Aldeone Abrantes aponta motivos para eliminação do Sousa no estadual

Foto: Diário do Sertão

Com apenas duas derrotas em oito jogos e com um ponto a menos que o Nacional de Patos, segundo colocado do Grupo A, o Sousa foi eliminado do Campeonato Paraibano de 2019 e ficou com um gostinho amargo ao não conseguir a classificação.

Em entrevista ao site PBesportes.net, Aldeone Abrantes, presidente do Sousa, explicou algumas situações que podem ter colaborado para que o time não conseguisse avançar para as semifinais do estadual, e lamentou a falta de liga, razão pela qual, segundo ele, não foi possível conquistar a vaga.

– Em outras oportunidades o Sousa não se classificou e eu fiquei conformado, mas esse ano perdemos mais para a gente do que para a conjuntura. Quando saiu o Marcelo Nicácio, não conseguimos um substituto a altura para fazer os gols, mas apesar de termos cumprido todos os compromissos com os atletas, as vezes o grupo não fecha. O grupo não fechou. Não conseguimos unidade, era um grupinho ali, outro ali. Faltou compromisso de alguns profissionais, mas é página virada – explicou.

Na última rodada, o time foi derrotado pelo Atlético de Cajazeiras, no Perpetão, por 1 a 0, e a não-classificação foi sacramentada com a vitória do Nacional por 3 a 1 sobre o Esporte de Patos. Para o dirigente, o revés no Clássico do Sertão não foi determinante para que o time não ficasse com a vaga.

– Perdemos pontos infantis em casa. O jogo da Perilima estava praticamente controlado, aos 49 do segundo tempo armamos o contra-ataque e eles marcaram. O CSP com a equipe praticamente sub-20 não conseguimos vencer. Contra o Atlético fizemos a melhor partida do campeonato. Se tivéssemos jogado todas como jogamos em Cajazeiras, estaríamos na semifinal. A torcida deu show, esteve com o clube 24 horas. Mas é vida que segue, futebol não é ciência exata. Estávamos desde a segunda rodada na zona de classificação e saímos na última rodada. Isso é futebol – afirmou.

Agora como expectador, o folclórico mandatário do Dinossauro deu sua opinião sobre quem sai favorito no confronto entre Campinense e Atlético de Cajazeiras, pelas semifinais. Ambos foram adversários do Sousa na primeira fase do estadual.

– Pelas características dos dois clubes, se o Campinense jogar com inteligência, é favorito, apesar do Atlético ter uma ótima equipe. Por ter jogadores velozes, um matador lá na frente, que é o Lopeu, acho que vai dar Campinense – opinou.

Com dificuldades financeiras para montar um time para apenas três meses de disputa, Aldeone afirmou que deve mudar a forma de preencher seu elenco em 2020, e que vai apostar em revelações de campeonatos disputados na região do sertão do Rio Grande do Norte, Paraíba e Ceará, e citou como exemplo o zagueiro Marcelo, de 19 anos, que integrou o elenco deste ano do alviverde da Cidade Sorriso.

Equipe @Vozdatorcida

Voz da Torcida
Sobre Voz da Torcida 3973 Artigos
O Portal Voz da Torcida trabalha com a difusão de informações sobre o futebol paraibano desde 2011. Onde houver uma equipe paraibana de futebol competindo o Voz da Torcida estará fazendo a cobertura jornalística.