Ainda em silêncio, Campinense rescinde contratos e fica só com cinco jogadores

O presidente William Simões ainda não se pronunciou oficialmente sobre o futuro dele e do Campinense depois que o time foi eliminado da Série D

Foto: Divulgação

Sem atividades e sem se pronunciar desde o fim da Série D do Campeonato Brasileiro, onde foi eliminado pelo Fluminense de Feira-BA no primeiro mata-mata da competição, o Campinense começa a dar algumas pistas com relação ao seu futuro.

Através da assessoria do clube, foi anunciado que o contrato de praticamente todos os atletas que estavam disputando a quarta divisão será rescindido, faltando apenas detalhes burocráticos para que seus nomes sejam publicados no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF.

Os que permanecem no clube são o zagueiro Joécio, 31 anos, que operou a face e desfalcou o time no segundo jogo eliminatório contra o time baiano, e que está no clube desde 2015, o volante Negretti, 32 anos, e que defende o rubro-negro também desde 2015, mas que passou pelo Náutico-PE em 2016, disputando a segunda divisão, e o atacante Tarcísio, de 23 anos, que chegou neste ano para disputar a Série D.

Além deles, seguem no clube o goleiro Jonathan e o meia Cláudio, ambos da base. O último será emprestado ao Perilima para a disputa da Segunda Divisão do Campeonato Paraibano, que se inicia no dia 6 de agosto.

O restante dos jogadores já podem buscar novos clubes para dar sequência à suas carreiras.

Equipe @Vozdatorcida