Evaristo Piza tem dúvida no ataque para estreia do Botafogo-PB

Polivalente, Mário Sérgio tem sido titular nos últimos amistosos. Foto: Divulgação/ Botafogo-PB

Faltando poucos dias para o início do Campeonato Paraibano de 2020 e tendo disputado seis amistosos durante sua pré-temporada, o Botafogo-PB ainda tem dúvidas para sua estreia no torneio estadual, marcada para o dia 19, diante do São Paulo Crystal, em João Pessoa.

Sem contratar o camisa 9 sonhado pela torcida, o técnico Evaristo Piza admite não ter decidido ainda quem vai ocupar a vaga no início oficial da temporada.

Nos últimos amistosos, Lohan, que não vinha agradando – até marcar quatro vezes diante do Serrano, quando atuou entre os reservas – acabou perdendo a vaga para Mário Sérgio, que deve ser mantido contra o time do brejo. Porém, o treinador admite que pode fazer mudanças.

– Tenho mais essa semana para analisar isso. O Mário (Sérgio) vem iniciando em um desenho muito próximo do que eu penso para a estreia. Mas eu tenho essa semana para testar Lohan, testar Maikon Aquino. Algumas vezes eu trabalhei até com Kelvin como um falso 9, com uma velocidade maior. Algumas dúvidas que eu tenho ainda para a nossa estreia. Independente de jogar Lohan, Maikon, eles entenderam o que eu penso, o que a equipe pensa como característica de jogo. E qual a ação que esse jogador tem que exercer durante as partidas – disse.

Com calendário cheio para 2020, no qual disputará, além do Paraibano, a Copa do Nordeste, Copa do Brasil e Série C o Campeonato Brasileiro, e com uma cobrança enorme para conseguir o acesso à segunda divisão nacional, Evaristo Piza tenta controlar a mentalidade do seu elenco.

Teoricamente sendo o torneio de menos peso na temporada, o treinador quer foco total no estadual para que seja o início de um grande ano. Além disso, Piza afirmou que a utilização de titulares e reservas em partidas distintas da fase de preparação ajudou o elenco todo a entrar no clima de competição, e também para que todos assimilassem a proposta de jogo que ele pretende impor.

– Acredito que os atletas entenderam a característica de jogo. Pode ser com um time com mais posse de bola, pode ser com um time com mais velocidade, pode ser com um time com uma pressão alta, pode ser um time também pra jogar em uma linha baixa, mais reativo. Isso que foi importante nesse período que se iniciou no dia 2 de dezembro, e com esse último jogo-treino a gente tentou passar para os atletas a importância de vestir a camisa do Botafogo-PB, saber das responsabilidades e dos objetivos que vamos ter que alcançar. E tudo começa agora a partir da nossa estreia no estadual. Cada jogo tem a mesma importância. Se a gente tem um sonho final, que é em 2021 estar na Série B, tudo passa a partir do dia 19 de janeiro. Mais uma vez eu enfatizo isso: a gente não consegue o acesso à Série B se a gente não tiver bons rendimentos no campeonatos que antecedem. Então, o estadual tem uma importância muito grande, a Copa do Nordeste no dia 25, com o América-RN, importância muito grande, dia 05 com o Atlético de Alagoinhas, Copa do Brasil, uma importância muito grande, e assim vai ser até o nosso último jogo do ano – afirmou.

Equipe @Vozdatorcida