Após vitória no Clássico dos Maiorais, Treze responde provocação de Diá

Foto: Divulgação/ Treze FC

O Treze não vencia uma partida pelo estadual desde o dia 28 de janeiro. Foram praticamente dois meses sabendo apenas o que era perder e empatar, com apenas um gol anotado no período, tendo balançado as redes apenas no duelo contra a Perilima, no dia 17 de março.

E coube a Vanger, autor do tento contra a Águia de Campina, mandar para o fundo do gol a bola que quebrou o incômodo tabu, justamente contra o Campinense, seu maior rival, no Clássico dos Maiorais na quarta-feira (27).

Além de ter voltado a conhecer o gostinho da vitória, o triunfo por 1 a 0 teve um sabor mais especial ainda porque, na terça-feira (26), véspera do duelo, o treinador raposeiro, Francisco Diá, durante a entrevista coletiva, provocou o Galo, lembrando se seu retrospecto de seis vitórias e quatro empates em dez partidas oficiais comandando a Raposa contra o alvinegro desde 2015.

– Na verdade o cliente é bom. O cliente me agrada. Claro que mais uma vez vamos em busca desse resultado positivo para manter o tabu. Se depender do Campinense, o Treze será rebaixado – disse, na véspera do Clássico dos Maiorais.

Depois do fim do duelo que garantiu o Galo na primeira divisão estadual – que nem precisaria vencer, já que o Serrano apenas empatou com a Perilima – o time deu a resposta por meio de suas redes sociais, dizendo que a Série B que o Treze busca é a do Campeonato Brasileiro, lembrando da disputa da terceira divisão, que começa no fim de abril.

Veja a postagem:

O Galo da Borborema estreia na competição no dia 27 ou 28 de abril, contra o Santa Cruz-PE, no estádio Arruda, em Recife. Neste intervalo, o time do bairro São José deve fazer uma reformulação em seu elenco e realizar uma inter-temporada. Flávio Araújo, técnico do time no vice-campeonato da Série D em 2018, é o nome mais ventilado para assumir o comando do time, que foi dirigido por Kléber Romero nas últimas rodadas do estadual.

Equipe @Vozdatorcida