Atletas de mais três clubes também receberam auxílio emergencial indevidamente

Foto: Kiyoshi Abreu

Com a divulgação, no último domingo (05), de reportagem no Esporte Espetacular, da Rede Globo, com denúncias do recebimento indevido do Auxílio Emergencial por dirigentes da FPF, jogadores do Botafogo-PB e irmãs do jogador Hulk, novas denúncias foram feitas hoje (12), da mesma irregularidade, contra jogadores do Treze, Campinense e Atlético de Cajazeiras.

Segundo o apurado pelos repórteres Pedro Alves e Raniery Soares, do GloboEsporte.com/PB, solicitaram e receberam o auxílio os jogadores Edgar Lopes e Testinha, do Atlético de Cajazeiras, Alex Maranhão, Uesles, Rafael Ibiapino, Peu e Caio Ruan do Campinense, como também Nilson Júnior, Paulo Wanzeler e Douglas Lima do Treze. Rafael Oliveira, já dispensado pelo Galo, também usufruiu irregularmente do benefício.

Essas três equipes, em conjunto com o Botafogo-PB, irão representar o estado nos campeonatos brasileiros das Séries C e D. Em virtude disso, mantiveram o contrato dos atletas de seus elencos, mesmo com as atividades paralisadas, o que impossibilitaria esses jogadores, segundo os critérios estabelecidos pelo programa, de se tornarem elegíveis para o recebimento da assistência.

Nem mesmo a situação de atraso salarial, vivida por alguns desses desportistas, justificaria, dentro do estabelecido em lei, a sua inclusão no sistema de socorro financeiro.

O Treze segue em silêncio. Já o Campinense e Atlético-PB se manifestaram de maneira oficial sobre o ocorrido.

O rubro-negro, por meio da assessoria, informou: “O Campinense Clube não tinha conhecimento da informação repassada. E não concorda com tal prática. Iremos verificar a informação e, caso proceda, o clube tomará as medidas cabíveis e colocará profissionais à disposição dos atletas citados no sentido de orientá-los na devolução dos valores recebidos”.

O Trovão Azul se manifestou da seguinte forma: “O Atlético Cajazeirense de Desportos vai conversar com os atletas agraciados com o auxílio emergencial, mas não iremos nos posicionar sobre, tendo em vista que seja algo pessoal. Entretanto, não temos dúvidas que os mesmos irão fazer a devolução do valor já recebido”.

Equipe @Vozdatorcida com informações de GloboEsporte.com/PB