Blog do VT – Se é para falar mal, que falem de mim

Surpreende-me como  uma simples coluna publicada em seu portal de notícias esportivas (e não blog) tenha se tornado um assunto tão comentado e tomado uma proporção tão absurda. Fico imaginando o porque de um incomodo tão expressivo.

Talvez pelo fato da falta de compreensão ou mesmo interpretação da leitura do texto tenha surgido, em primeiro momento, a crítica e desmerecimento ao responder a matéria publicada, partindo, como é feitio da época atual, para condenar, apontando dedos e língua.

Fazer jornalismo esportivo na Paraíba é um fato no mínimo estranho. Ou você fala bem dos clubes que você cobre, mesmo escondendo os fatos relevantes do dia dia, ou se torna persona non grata dentro do mesmo, caso os critique – que no nosso caso, jamais seria algo feito de forma leviana -.

Acreditamos, mesmo diante do cenário político atual das notícias fakes das redes sociais, que devemos tentar manter parâmetros, códigos de conduta que não nos levem a ser injustos com uns nem condescendentes com outros, tentando, de maneira honesta, mostrar e colocar nosso ponto de vista, que podem ou não receber concordância, mas que tem sim compromisso com a verdade, transparência e ética, pois estamos falando de nosso trabalho. Mesmo não estando nossas matérias nas primeiras páginas de grandes jornais, assim sempre será nosso papel. O Portal Voz da Torcida existe desde 2011 e essa sempre foi sua vertente.

Nesta semana, uma coluna assinada – vale ressaltar, pois aqui ninguém tem medo ou motivos para esconder a cara – pelo nosso editor chefe Élison Silva causou um grande alvoroço, ao meu modo de ver, à diretoria e atletas do Botafogo-PB. Não encontrei razão para tanto. O texto matéria foi bem elaborada, não afirmava nada além de fatos, que ainda eram ilustrados com vídeos. No momento em que uma pessoa opta em ser  uma figura pública, coloca sua “cara à tapa” (entre aspas mesmos, pois a violência não deve ser aceita em NENHUMA circunstância), e tem que aprender a se submeter a exposição e opinião da mídia, especialmente de torcedores, já que estamos tratando de futebol.

De qualquer forma, o Portal Voz da Torcida não guarda mágoas de ninguém e  garante ao seu público que continuará a fazer seu  jornalismo como sempre fez e faz, com a verdade. E aceitando também, lógico, que muitas vezes sua “voz” será mal interpretada ou questionada, afinal, podem falar mal, mas falem de mim…

Agradecemos também aos que nos manifestaram solidariedade. Aos que criticaram e criticam, estamos sempre buscando melhorar, toda crítica é bem vinda e deve ser assimilada, já que todos estão susceptíveis aos erros.

Segue o jogo.

Adriano Almeida
Diretor Geral do Portal Voz da Torcida

Equipe @Vozdatorcida