Botafogo-PB perde para o Fortaleza na primeira partida da final da Copa do Nordeste

Foto: Paulo Cavalcanti / Botafogo-PB

Na noite de quinta-feira (23), Fortaleza e Botafogo-PB começaram a decidir a Copa de Nordeste de 2019. No primeiro jogo das finais, no estádio Castelão, na capital cearense, o Leão do Pici conseguiu a vantagem em um jogo muito intenso. Na segunda etapa, quando empatava sem gols, os donos da casa imprimiram um ritmo muito intenso, e conseguiram marcar com Wellington Paulista o gol que dá a vantagem para o jogo da próxima semana em João Pessoa.

Os donos da casa conseguiram chegar perto da meta de Saulo aos 17 minutos, quando Osvaldo avançou pela esquerda e cruzou de pé direito no segundo pau, onde Tinga apareceu livre e cabeceou para o chão, mas Saulo estava bem posicionado e conseguiu fazer a defesa.

Aos 29, a primeira chance para o Botafogo-PB. Clayton bateu falta da esquerda, quase um mini-escanteio. A bola foi rasteira e Marcos Vinicius desviou com o lado do pé direito. A bola cruzou toda pequena área, mas ninguém apareceu para empurrar.

Faltou muito pouco para o Belo abrir o placar do jogo. Aos 37, o time saiu em contra-ataque muito veloz, Marcos Vinicius recebeu no meio e conduziu até tocar para Dico, que invadiu a área como um raio, driblar Marcelo Boeck, mas na hora de estufar a rede, mandou para fora.

No fim da primeira etapa, aos 45, Osvaldo dançou na frente de Israel pela esquerda e alçou a bola na área. Romarinho, livre, cabeceou sem precisar sair do chão, assim como Saulo nem se mexeu para fazer segurar a pelota.

Segundo tempo

Diferente dos primeiros 45 minutos, o Leão do Pici voltou querendo definir o jogo após o intervalo. Rogério Ceni adiantou as linhas e pressionava a equipe botafoguense com uma intensidade impressionante.

Acuado, o Belo tinha mais dificuldade ainda para sair nos poucos momentos em que tinha a bola por conta de atuações apagadas de Nando e Dico, que deveria ser  a válvula de escape pelos lados do campo, mas parecia nervoso, errando lances bobos.

Apesar da pressão e da posse de bola, apenas aos 15 minutos o Fortaleza conseguiu se aproximar da meta, quando Dico deu um chutão todo atrapalhado para tentar afastar a bola no meio campo, e ela foi para trás. Sem achar que foi recuo, Saulo fez a defesa, mas o árbitro Diego Pombo Lopez interpretou de outra maneira e marcou tiro livre indireto da quina do lado esquerdo da área com a linha de fundo. Na cobrança, Edinho alçou na área, mas Nando afastou o perigo.

O Botafogo-PB só conseguiu se aproximar do ataque aos 29, quando Enercino, que entrou na vaga de Dico, avançou pela esquerda e bateu cruzado, mas Marcos Vinicius por pouco não chegou de carrinho para empurrar para o gol.

Trabalhando bem a bola, o tricolor cearense avançou com Bruno Melo pela esquerda, que cruzou para o meio, onde Marcinho chegou batendo de esquerda, mas a bola saiu ao lado da meta botafoguense.

De tanto pressionar, o gol do Fortaleza saiu. Aos 33, Edinho tabelou com Felipe na direita e chutou forte para o meio da área. A bola explodiu em Wellington Paulista e estufou a rede de Saulo para fazer tremer o estádio Castelão.

Com a vitória, o tricolor cearense joga pelo empate no jogo da volta, que acontece na próxima quarta-feira (29), no estádio Almeidão, em João Pessoa. Para ficar com a taça, o Botafogo-PB precisa vencer por dois gols de diferença. Em caso de vitória do Belo por um gol de vantagem, o título será definido nos pênaltis.

Ficha técnica

Fortaleza 1 x 0 Botafogo-PB

Copa do Nordeste de 2019 (final – 1º jogo)
Estádio: Arena Castelão (Fortaleza)

Arbitragem: Diego Pombo Lopez (BA); Elicarlos Franco de Oliveira (BA) e José Carlos Oliveira dos Santos (BA)
VAR: Gilberto Rodrigues Castro Júnior (PE)

Cartões amarelos: Felipe (F); Wellington, Juninho (B)
Gols: Wellington Paulista (F)

Fortaleza: Marcelo Boeck, Tinga, Quintero, Roger Carvalho, Bruno Melo; Araruna (Dodô) Edinho, Felipe; Romarinho (Coutinho), Osvaldo (Marcinho) e Wellington Paulista. Técnico: Rogério Ceni.

Botafogo-PB: Saulo, Israel, Lula, Donato, Fábio Alves; Wellington, Juninho, Marcos Vinicius (Paulo Renê), Clayton (Júnior); Dico (Enercino) e Nando. Técnico: Evaristo Piza.

Equipe @Vozdatorcida