Mais uma vez Oliveira Canindé evitar falar sobre Marcelinho Paraíba no Treze

Principal contratação do Galo para 2017, o experiente meia tem seu retorno próximo para a temporada do ano que vem, mas sua chegada não empolga muitoo treinador do time

Foto: Divulgação/ Treze FC

Uma formação na cabeça desde o primeiro dia de pré-temporada, mesmo sem contar ainda com todos os atletas acertados para 2018.

É assim que o técnico do Treze, Oliveira Canindé, tem trabalhado desde o dia 20 de novembro, quando o Galo começou a preparação para a Pré-Copa do Nordeste, dias 4 e 11 de janeiro, contra o Cordino, e para o Campeonato Paraibano, que para o Alvinegro começa no dia 7 do mesmo mês, ante o Auto Esporte.

E o treinador galista tem demonstrado reiteradas vezes que somente um jogador “que realmente faça a diferença” poderia fazê-lo mudar de ideia sobre o time que ele tem na cabeça.

Pelo menos foi o que Canindé declarou nesta quinta-feira (30), em entrevista coletiva realizada no estádio Presidente Vargas, onde foi questionado sobre a possibilidade de contar com o meia Marcelinho Paraíba, de 42 anos, no seu plantel.

O jogador, que disputou o Paraibano 2017 pelo Treze e depois se transferiu para a Portuguesa, desembarcou em Campina Grande no início da semana. Desde então cresceram os rumores de que seu retorno para o PV estava próximo.

– Eu não vou comentar nada em cima de especulação. O torcedor e a mídia falam o que bem entendem sobre esse ou aquele assunto.  Eu vou mais para o que eu tenho aqui. A minha realidade é o que eu tenho aqui. Então eu trabalho em cima do que eu tenho aqui. E eu estou muito satisfeito com o que eu tenho aqui. Se chegar alguém que realmente faça a diferença, que realmente faça a diferença, vai ajudar. Agora eu tenho que atentar bem para o que eu tenho – enfatizou o técnico trezeano.

No treino desta quinta-feira, ele repetiu em uma espécie de mini-coletivo a formação que vem desenhando desde a semana passada: Saulo, Alberto, Leonardo, Peterson e Caique, Dedé, Johnnathan, Fabio Neves e Elielton; Reinaldo Alagoano e Edinho Canutama.

Os meio-campistas Guto e Renatinho, além do zagueiro Ítalo, fizeram um trabalho de fortalecimento com o fisioterapeuta do clube, Alisson Almeida.

Três jogadores ainda não desembarcaram no PV: o lateral Rayro, o meia Valber e o atacante Tozim.

Equipe @Vozdatorcida