Com portões fechados, Sousa se prepara para estrear contra o Campinense

Foto: Fabiano Sousa/ Voz da Torcida

Na sexta-feira (11), o Sousa fez mais um treino antes de sua estreia no Campeonato Paraibano de 2019, contra o Campinense.

Por dificuldades em encontrar campos com dimensões oficiais, já que o Marizão estava fechado para tratamento do gramado, o Dinossauro vinha treinando em locais menores, como os de quadras de futebol society, na maior parte da pré-temporada. Apenas a partir do último domingo, no amistoso contra o Afogados de Ingazeira, que acabou empatado em 1 a 1, o clube sertanejo pôde começar a utilizar o estádio onde mandará suas partidas no estadual.

Com tom de mistério, a atividade desta sexta foi fechada para a imprensa. Segundo o treinador Jazon Vieira, os últimos ajustes vem sendo feito com portões fechados para se se possa aprimorar o que não pôde ser treinado em campos menores, e também porque estão sendo feitos testes com alguns atletas que são dúvidas para a estreia do Dino.

– Treinamos com portões fechados porque temos ainda alguns problemas na parte médica do nosso elenco, e precisamos quem realmente está apto para o jogo. Trabalhamos bolas paradas, que só agora tivemos oportunidade (de trabalhar em um campo grande). Sabemos que em um jogo como esse precisamos nos precaver de todas as formas para ter um aproveitamento bom – disse.

Jazon não parece estar completamente satisfeito com a equipe, como já disse ao fim do último amistoso. Até por isso, o comandante alviverde não decidiu qual time entra em campo contra a Raposa.

– Ainda não tenho a equipe definida. Em cima do que a gente vinha trabalhando, podemos ver que precisamos melhorar as transições ofensivas e defensivas, aproximação do homem de área, intensidade maior no campo do adversário. Precisamos ter uma rodagem melhor para tirar proveito das situações, mas sabemos que isso só vem com o passar do tempo – afirmou.

Mesmo com as correções a fazer até o domingo, Jazon confia que a partida será equilibrada por se tratar do início de temporada.

– Precisamos ter equilíbrio em todos os setores, ser inteligentes, jogar com segurança, até porque é o início da competição. Todas as equipes, tanto Sousa quanto o Campinense, não vão estar ajustadas – finalizou.

Sousa e Campinense se enfrentam no estádio Marizão, no sertão paraibano, no domingo (13), às 17h. Os ingressos para o duelo custam R$ 20 para a arquibancada, e estudantes pagam R$ 10. Para o setor das cadeiras, os bilhetes custam R$ 40.

Equipe @Vozdatorcida com informações de Fabiano Sousa