Presidente do Sousa quer acesso de Treze e Campinense

Foto: Pedro Alves/ Voz da Torcida

Campinense e Treze estão há uma fase de conseguir o tão sonhado acesso à Série C. A Raposa disputa a vaga com o Ferroviário-CE, enquanto o Galo pega o Caxias-RS. Mas, além dos times de Campina Grande, outro clube do futebol paraibano pode se beneficiar com essa conquista: o Sousa, quinto colocado no Campeonato Paraibano deste ano.

Acontece que, caso os Maiorais subam, o Dinossauro do Sertão herda uma das duas vagas da Paraíba na Série D de 2019, já que o Botafogo-PB já está na terceira divisão. O Serrano, terceiro colocado no estadual, já tem lugar certo na competição nacional.

Quem está torcendo para que as equipes da Rainha da Borborema consigam o acesso é Aldeone Abrantes, presidente do Sousa. Ele revelou que também quer que o Botafogo-PB permaneça na Série C, pois isso valorizaria a Paraíba no ranking da CBF, que é critério para a distribuição de vagas, tanto na quarta divisão quanto na Copa do Brasil.

– Estou torcendo e rezando pelos times de Campina e também para o Botafogo-PB permanecer, que a competição (Série C) está difícil. Quero isso não só pelo Sousa, mas pelo futebol da Paraíba. Com três times na Série C, a Paraíba ficaria melhor no ranking (da CBF), que acabaria trazendo mais vagas e mais respeito ao futebol paraibano. Depois de tanta coisa ruim no nosso futebol, a gente pode ter essa notícia boa esse ano – disse.

A última vez que o time da cidade sorriso disputou a Série D foi em 2017, quando foi eliminado nos pênaltis pelo Guarany de Sobral, na segunda fase da competição. Aldeone reiterou a importância de participar de um torneio nacional para uma equipe do sertão.

– É muito importante ter essa representação. O Sousa é o quarto melhor ranqueado da Paraíba, e, jogando uma Série D, a gente valoriza nossa marca, porque é um torneio nacional, o que acaba melhorando um pouco a parte financeira, que é sempre muito complicado. A estrutura do nosso futebol não é tão grande, então isso ajudaria muito – explicou.

O mandatário do alviverde ainda lembrou do episódio causado pela confusão no regulamento do Campeonato Paraibano deste ano. Na época, Aldeone entendia que seu clube teria direito à vaga na semifinal da competição e, como a Federação Paraibana de Futebol alegava outro entendimento, a justiça acabou sendo acionada. O presidente do Sousa acredita que, caso Campinense e Treze consigam o acesso, seu prejuízo seria reparado.

– É uma reparação que o próprio futebol está tratando de fazer. Porque o regulamento estava bem claro para todo mundo ver, mas houve uma influência externa e fomos prejudicados. Mas isso é passado, vamos pensar para frente – concluiu.

Equipe @Vozdatorcida