Marcos Aurélio e mais dois renovam contrato com o Botafogo-PB

Foto: Nadya Araújo/ Botafogo-PB

O Botafogo-PB de 2019 vai começando a tomar forma.

Depois de anunciar a renovação de contrato com o treinador Evaristo Piza e sua comissão técnica, e o meio campista Clayton, o Belo acertou a permanência de mais alguns jogadores que bateram na trave no acesso para a Série B este ano.

Mesmo tendo perdido um pênalti no primeiro jogo e desperdiçado sua cobrança na disputa que definiu o classificado para as semifinais da terceira divisão, o meia Marcos Aurélio, camisa 10 destaque da equipe na temporada vai seguir no clube. Em 34 jogos no ano, o meia marcou 14 gols e foi o vice-artilheiro do time. Ele completará 35 anos em fevereiro de 2019.

Maior investimento do clube, ele rendeu até mais que o esperado e foi a referência técnica no time dentro de campo. Além dos gols, Marcos Aurélio fez a bola parada do Botafogo-PB ser dor de cabeça para todos os adversários. De seu pé direito calibradíssimo saíram cobranças de faltas e escanteios que resultaram em vários gols na temporada.

Outro que fica é o volante Rogério, de 32 anos. Chegando sem alarde, vindo do Fluminense de Feira-BA com a temporada em andamento, logo conquistou seu espaço como titular e se tornou um motorzinho no meio campo, marcando firme e ocupando bem os espaços.

Rogério (ao centro)/ Foto: Nádya Araújo/ Botafogo-PB

O lateral esquerdo Fábio Alves começou 2018 como titular e homem de confiança de Leston Júnior, mas não emplacou. Várias vezes foi vaiado pela torcida, e após se lesionar por duas vezes, acabou perdendo a vaga no time. Porém, depois da chegada de Piza, o camisa 6 voltou a ganhar espaço, deu a volta por cima e acabou a temporada em alta, inclusive exaltado por quem o criticou no início do ano. Por isso, foi recompensado com a renovação contratual e também continua na Maravilha do Contorno.

Fábio Alves fica no Belo/ Foto: Nádya Araújo/ Botafogo-PB

Equipe @Vozdatorcida