Voz da Torcida elege seleção e craque do Campeonato Paraibano

Marcos Aurélio foi o dono da bola. O camisa 10 foi unanimidade entre os meias e o craque do campeonato/ Foto: Divulgação/ Botafogo-PB

Como de costume, a equipe do Voz da Torcida elegeu a Seleção do Campeonato Paraibano. Em 2018, o Botafogo-PB foi bicampeão estadual após vencer a final contra o Campinense. É o 29º título da história do Belo.

A eleição do VT teve votos de dez membros. Os jogadores mais votados de cada posição entram na seleção, assim como o melhor treinador, melhor jogador, surpresa e decepção do torneio.

A formação escolhida foi a 4-4-2 tradicional, com dois meias e dois volantes, pois foi a mais utilizada na votação.

No gol, a disputa ficou entre Rhuan, do Serrano, e Jefferson, arqueiro do Campinense. Levou a melhor o goleiro do Lobo da Serra, que foi decisivo na campanha que rendeu a terceira colocação no estadual ao time.

A dupla de zaga da nossa seleção é formada por Willian Goiano, do Campinense que, além de defender bem, ainda foi vice-artilheiro do time no estadual, com 3 gols, mesmo número de tentos anotados pelo seu companheiro Lula, que se mostrou muito decisivo, tendo balançado as redes na semifinal contra o Treze e na final contra a própria Raposa, além de ser o ponto mais seguro do frágil setor defensivo botafoguense. Dono da melhor defesa do campeonato, a Raposa teve Rafael Jensen, com 4 votos, quase entrando na briga por uma vaga.

Alex Murici, lateral direito do Campinense, entra na lista quase como uma unanimidade. Entre os dez votantes, ele só não ficou em uma seleção, sendo que esta foi escalada no 3-5-2, sem nenhum lateral de ofício.

Por outro lado – com o perdão do trocadilho -, a lateral esquerda foi um problema. Silva, do Nacional de Patos, Jackinha, do Campinense, e Mazinho, meio campista do Botafogo-PB, que foi improvisado no setor, tiveram 2 votos cada. O jogador do Canário do Sertão entra na seleção pelo critério de desempate, que foi o número de gols marcados. Ele balançou as redes quatro vezes, enquanto o rubro-negro anotou apenas um tento, e o botafoguense ficou zerado.

Entre os volantes, Rafael Jataí, do Botafogo-PB, foi o mais votado, inclusive sendo mencionado entre os melhores jogadores da competição. Ao seu lado fica Felipe Macena, do Campinense. Dedé, do Treze, foi citado por duas vezes. Apesar de não entrar na seleção, merece destaque pois vinha em baixa nas últimas temporadas de sua carreira.

A única unanimidade entre as seleções veste a camisa 10. Marcos Aurélio, do Botafogo-PB, recebeu 10 votos e entra no time sem contestação. O experiente jogador divide a armação das jogadas com o jovem Gionnotti, do Sousa, que leva a melhor sobre Marcinho, do Campinense, por ter marcado três gols no campeonato, contra dois do veterano. Marcelinho Paraíba, principal contratação do Treze pelo segundo ano consecutivo, teve apenas 1 voto.

No ataque, o jogador mais votado balançou a rede apenas duas vezes, mas sua função tática para o time e sua entrega não permitiriam que ficasse de fora da Seleção. Vice-campeão pelo Treze ano passado e campeão pelo Botafogo-PB este ano, Dico foi citado 9 vezes, mas aparece com 8 votos porque, no time de Amauri Aquino, foi escalado como meia aberto pela esquerda, e não como atacante. Com 10 gols marcados no campeonato, o artilheiro Nando mantém a parceria com ele no setor ofensivo. Lúcio Curió e Rafael Ibiapino, que foram muito importantes nas boas campanhas de Nacional de Patos e Serrano, respectivamente, também merecem menção.

O comandante do time será o treinador campeão. Leston Júnior, de 39 anos, já possuía um acesso em seu currículo, para a Série B do Brasileiro, quando foi terceiro colocado da terceira divisão em 2015 comandando o Tupi-MG. Agora, ele conquista o primeiro título de sua curta carreira. Por levar o Serrano à Série D de 2019 e ficar na terceira posição no Paraibano, Betão também foi votado.

Na categoria de surpresa, o Serrano, puxado pela sua melhor campanha na história dos estaduais, entra na lista. Marcelinho Paraíba, por se recuperar de um AVC e 20 dias depois ser o melhor jogador do Treze nas disputas das semifinais contra o Botafogo-PB, também foi lembrado.

Rebaixado sem vencer um jogo sequer na primeira fase do torneio, o Auto Esporte, por sua pífia participação no Paraibano, fica com o posto de decepção. Reinaldo Alagoano, que para muitos era o melhor camisa 9 do torneio antes da competição, e que só balançou a rede duas vezes, mereceu menção.

O craque do torneio não poderia ser outro. Mais votado entre os meio campistas e única unanimidade na eleição, o meia Marcos Aurélio, do Botafogo-PB, foi eleito o melhor jogador do torneio. Outros três jogadores do Belo foram lembrados. De outro clube, só o goleiro Jefferson, do Campinense, foi citado.

Discorda? Comenta e manda a sua nas nossas redes sociais!

Confira a Seleção do Campeonato Paraibano de 2018 eleita pela equipe que mais entende de futebol paraibano:

Formação: 4-4-2

Goleiro: Rhuan (Serrano) – 6 votos
Lateral direito: Alex Murici (Campinense) – 9 votos
Zagueiro: Willian Goiano (Campinense) – 8 votos
Zagueiro: Lula (Botafogo-PB) – 8 votos
Lateral esquerdo: Silva (Nacional de Patos) – 2 votos
Volante: Rafael Jataí (Botafogo-PB) – 8 votos
Volante: Felipe Macena (Campinense) – 4 votos
Meia: Gionnotti (Sousa) – 4 votos
Meia: Marcos Aurélio (Botafogo-PB) – 10 votos
Atacante: Dico (Botafogo-PB) – 8 votos
Atacante: Nando (Botafogo-PB) – 7 votos
Melhor treinador: Leston Júnior (Botafogo-PB) – 6 votos
Craque: Marcos Aurélio (Botafogo-PB) – 6 votos
Surpresa: Serrano (6 votos)
Decepção: Auto Esporte (5 votos)

Confira o voto de cada membro da equipe do VT:

Élison Silva (editor e comentarista)

Formação: 4-3-3

Goleiro: Rhuan (Serrano)
Lateral direito: Alex Murici (Campinense)
Zagueiro: Willian Goiano (Campinense)
Zagueiro: Lula (Botafogo-PB)
Lateral esquerdo: Silva (Nacional de Patos)
Volante: Rafael Jataí (Botafogo-PB)
Meia: Giannotti (Sousa)
Meia: Marcos Aurélio (Botafogo-PB)
Atacante: Rafael Ibiapino (Serrano)
Atacante: Dico (Botafogo-PB)
Atacante: Lúcio Curió (Nacional de Patos)
Melhor técnico: Jazon Vieira (Sousa)
Melhor jogador: Marcos Aurélio (Botafogo-PB)
Surpresa: Serrano
Decepção: Atlético de Cajazeiras

Yan Cavalcanti (Repórter):

Formação: 4-5-1

Goleiro: Rhuan (Serrano)
Lateral direito: Alex Murici (Campinense)
Zagueiro: William Goiano (Campinense)
Zagueiro: Lula (Botafogo)
Lateral esquerdo: Jackinha (Campinense)
Volante: Matheus Guará (CSP)
Volante: Rafael Jataí (Botafogo-PB)
Meia: Tarcisio (Campinense)
Meia: Marcos Aurélio (Botafogo-PB)
Meia: Gionnotti (Sousa)
Atacante: Dico (Botafogo)
Técnico: Betão (Serrano)
Melhor jogador: Marcos Aurélio (Botafogo-PB)
Surpresa: Serrano
Decepção: Auto Esporte

Yordan Cavalcanti (Repórter):

Formação: 4-4-2:

Goleiro: Jefferson (Campinense)
Lateral direito: Alex Murici (Campinense)
Zagueiro: Willian Goiano (Campinense)
Zagueiro: Lula (Botafogo-PB)
Lateral esquerdo: Fábio (CSP)
Volante: Dedé (Treze)
Meia: Giannotti (Sousa)
Meia: Marcos Aurélio (Botafogo-PB)
Meia: Leandro (CSP)
Atacante: Dico (Botafogo-PB)
Atacante: Nando (Botafogo-PB)
Melhor treinador: Betão (Serrano)
Melhor jogador: Dico (Botafogo-PB)
Surpresa: Mário Sérgio (Botafogo-PB)
Decepção: Auto Esporte

Adriano Almeida (Comentarista):

Formação: 4-4-2

Goleiro: Rhuan (Serrano)
Lateral direito: Alex Murici (Campinense)
Zagueiro: William Goiano (Campinense)
Zagueiro: Rafael Jensen (Campinense)
Lateral esquerdo: Marcelo Bispo (Serrano)
Volante: Rafael Jataí (Botafogo-PB)
Volante: Rogério (Botafogo-PB)
Meia: Carlos Renato (Botafogo-PB)
Meia: Marcos Aurélio (Botafogo-PB)
Atacante: Nando (Botafogo-PB)
Atacante: Dico (Botafogo-PB)
Melhor treinador: Leston Júnior (Botafogo-PB)
Melhor Jogador: Marcos Aurélio (Botafogo-PB)
Surpresa: Serrano
Decepção: Auto Esporte

Vitor Oliveira (Narrador):

Formação: 3-5-2

Goleiro: Rhuan (Serrano)
Zagueiro: Willian Goiano (Campinense)
Zagueiro: Rafael Jensen (Campinense)
Zagueiro: Lula (Botafogo-PB)
Volante: Felipe Macena (Campinense)
Volante: Rafael Jataí (Botafogo-PB)
Meia: Marcos Aurélio (Botafogo-PB)
Meia: Carlos Renato (Botafogo-PB)
Meia: Marcinho (Campinense)
Atacante: Dico (Botafogo-PB)
Atacante: Nando (Botafogo-PB)
Melhor treinador: Leston Júnior (Botafogo-PB)
Melhor jogador: Marcos Aurélio (Botafogo-PB)
Surpresa: Serrano
Decepção: Atlético de Cajazeiras

Edgley Lemos (Repórter):

Formação: 4-3-3

Goleiro: Jefferson (Campinense)
Lateral direito: Alex Murici (Campinense)
Zagueiro: Lula (Botafogo-PB)
Zagueiro: Wiliam Goiano (Campinense)
Lateral esquerdo: Jackinha (Campinense)
Volante: Felipe Macena (Campinense)
Meia: Marcinho (Campinense)
Meia: Marcos Aurélio (Botafogo-PB)
Atacante: Dico (Botafogo-PB)
Atacante: Rafael Ibiapino (Serrano)
Atacante: Nando (Botafogo-PB)
Melhor técnico: Leston Júnior (Botafogo-PB)
Melhor jogador: Jefferson (Campinense)
Surpresa: Serrano
Decepção: Auto Esporte

Amauri Aquino (Jornal Correio da Paraíba/Comentarista Voz da Torcida):

Formação: 4-1-4-1

Goleiro: Rhuan (Serrano)
Lateral direito: Alex Murici (Campinense)
Zagueiro: William Goiano (Campinense)
Zagueiro: Lula (Botafogo-PB)
Lateral esquerdo: Silva (Nacional de Patos)
Volante: Rafael Jataí (Botafogo-PB)
Meia: Marcos Aurélio (Botafogo-PB)
Meia: Giannotti (Sousa)
Meia: Neto (Campinense)
Meia: Dico (Botafogo-PB)
Atacante: Nando (Botafogo-PB)
Melhor treinador: Leston Júnior (Botafogo-PB)
Melhor jogador : Marcos Aurélio (Botafogo-PB)
Surpresa: Netinho (Botafogo-PB)
Decepção: Treze

Caio Guilherme (Aluno do projeto de extensão “Crítica de Esportes no Jornalismo Esportivo” da disciplina de Jornalismo Esportivo da UFPB em parceria com o Voz da Torcida):

Formação: 4-4-2

Goleiro: Saulo (Botafogo-PB)
Lateral direito: Alex Murici (Campinense)
Zagueiro: Lula (Botafogo-PB)
Zagueiro: Rafael Jensen (Campinense)
Lateral esquerdo: Carlos Renato (Botafogo-PB)
Volante: Rafael Jataí (Botafogo-PB)
Volante: Dedé (Treze)
Meia: Marcelinho Paraíba (Treze)
Meia: Marcos Aurélio (Botafogo-PB)
Atacane: Dico (Botafogo-PB)
Atacante: Lúcio Curió (Nacional de Patos)
Melhor treinador: Ruy Scarpino (Campinense)
Melhor jogador: Lula (Botafogo-PB)
Surpresa: Marcelinho Paraíba (Treze)
Decepção: Reinaldo Alagoano (Treze)

Gabriel Botto (Aluno do projeto de extensão “Crítica de Esportes no Jornalismo Esportivo” da disciplina de Jornalismo Esportivo da UFPB em parceria com o Voz da Torcida):

Formação: 4-4-2

Goleiro: Rhuan (Serrano)
Lateral direito: Alex Murici (Campinense)
Zagueiro: Gladstone (Botafogo-PB)
Zagueiro: Rafael Jensen (Campinense)
Lateral esquerdo: Mazinho (Botafogo-PB)
Volante: Rafael Jataí (Botafogo-PB)
Volante: Felipe Macena (Campinense)
Meia: Marcos Aurélio (Botafogo-PB)
Meia: Marcinho (Campinense)
Atacante: Nando (Botafogo-PB)
Atacante: Lúcio Curió (Nacional de Patos)
Melhor treinador: Leston Júnior (Botafogo-PB)
Melhor jogador: Rafael Jataí (Botafogo-PB)
Surpresa: Rhuan (Serrano)
Decepção: Reinaldo Alagoano (Treze)

Bruno Marinho (Aluno do projeto de extensão “Crítica de Esportes no Jornalismo Esportivo” da disciplina de Jornalismo Esportivo da UFPB em parceria com o Voz da Torcida):

Formação: 4-4-2

Goleiro: Jefferson (Campinense)
Lateral direito: Alex Murici (Campinense)
Zagueiro: Lula (Botafogo-PB)
Zagueiro: Willian Goiano (Campinense)
Lateral esquerdo: Mazinho (Botafogo-PB)
Volante: Rafael Jataí (Botafogo-PB)
Volante: Felipe Macena (Campinense)
Meia: Marcos Aurélio (Botafogo-PB)
Meia: Marcinho (Campinense)
Atacante: Nando (Botafogo-PB)
Atacante: Dico (Botafogo-PB)
Melhor treinador: Leston Júnior (Botafogo-PB)
Melhor jogador: Marcos Aurélio (Botafogo-PB)
Surpresa: Serrano
Decepção: Auto Esporte

Equipe @Vozdatorcida

Voz da Torcida
Sobre Voz da Torcida 3827 Artigos
O Portal Voz da Torcida trabalha com a difusão de informações sobre o futebol paraibano desde 2011. Onde houver uma equipe paraibana de futebol competindo o Voz da Torcida estará fazendo a cobertura jornalística.