Desgaste da viagem para o Acre preocupa o treinador do Botafogo-PB

Foto: Divulgação/ Botafogo-PB

Depois de se reabilitar no Campeonato Brasileiro com uma vitória por 3 a 2 sobre o Santa Cruz fora de casa, o Botafogo-PB tem as atenções totalmente voltadas para o confronto marcado para o próximo sábado (26).

O Belo vai enfrentar o Atlético-AC, mais uma vez longe de João Pessoa. A partida, válida pela sétima rodada do Grupo A da Série C, será disputada na Arena da Floresta, em Rio Branco, e está marcada para às 19h.

Para manter o pique e se sustentar no grupo dos quatro primeiros colocados, o time da estrela vermelha vai em busca de um bom resultado – atualmente o Bota-PB tem 10 pontos e ocupa a terceira posição -. Quem garante isso é o treinador Leston Júnior.

– Numa competição muito equilibrada e apertada com essa, você tem que ter como meta pontuar com regularidade. Então, nossa meta é fazer com que a equipe produza desempenho para pontuar novamente em sequência partindo do jogo contra o Santa Cruz até o final desse turno. Para que ao final desse turno, a gente esteja no G4 e comecemos o returno numa condição favorável – afirmou.

A distância entre João Pessoa e Rio Branco, capital do Acre, é de quase 4.700 quilômetros. Por isso, o Belo enfrentará uma maratona complicada para chegar ao local da próxima partida. O time embarca na tarde desta quinta-feira (24). No meio do caminho, a delegação botafoguense vai fazer uma escala demorada na capital federal, aumentando assim o desgaste da viagem, situação que preocupa o técnico do clube paraibano.

– Nós precisamos fazer uma logística que dê aos nossos atletas a condição de chegar ao jogo da melhor maneira possível para o alto rendimento. É uma viagem desgastante mais pela questão da conexão, já que ficaremos um bom tempo em Brasília, mas é apenas mais uma adversidade. Temos que ter inteligência, conduzir bem e dar aos atletas a condição de descansar para que no sábado possamos fazer um grande jogo – disse.

Um problema pode complicar ainda mais a logística botafoguense. A CBF emitiu uma nota que está monitorando a greve dos caminhoneiros, que vem paralisando todo país, e existe a possibilidade de a rodada do fim de semana do Campeonato Brasileiro ser adiada.

Equipe @Vozdatorcida