Médico opina sobre retorno do futebol no Brasil: “completamente inviável”

Foto: Nádya Araújo/ Botafogo-PB

Mesmo com o número de infectados mortes de Covid-19 crescendo de maneira assustadora, a discussão sobre o retorno do futebol no Brasil está em alta. Inspirados em alguns campeonatos europeus, dirigentes de clubes e integrantes de Federações começam a articular a volta do esporte. Entretanto, conforme o médico de família e comunidade, João Rodolfo, a situação brasileira e europeia são bem diferentes.

Em vídeo feito para o podcast Minutos Finais, o médico explicou que na grande maioria dos países europeus o pico da doença já passou, sendo assim é possível pensar na retomada das competições. Ainda assim, em locais como Coreia do Sul e Alemanha, onde os campeonatos foram reiniciados e irão ser retomados no próximo fim de semana, respectivamente, o aumento de casos após o fim de isolamento já preocupa.

– Na Europa, a gente uma situação de pandemia com um controle muito maior do que aqui no país (Brasil). E eu acho que o retorno vem em tempo hábil. Será com portões fechados e a tendência é que se concretize dessa forma. A gente vê que a situação da Europa é muito diferente da nossa, o momento de pico já passou na grande maioria dos países, alguns países nem pico tiveram. É uma situação muito mais adequada para termos o retorno do esporte – esclareceu.

Médico da família e comunidade em João Pessoa fala sobre riscos de um eventual retorno ao futebol ainda neste mês, como planejado por FPF e clubes. Foto: Reprodução

Já no Brasil, João Rodolfo explica que o pico da doença ainda está por vir. Na última atualização do Ministério da Saúde feita até o momento da publicação desta matéria (dados de 11/05), o Brasil contabilizava 168 mil infectados e mais de 11 mil mortes ocasionadas pelo novo coronavírus.

– Aqui no Brasil estamos entrando no momento de pico, casos vêm aumentando dia após dia, em maneira exponencial ainda. No final de semana tivemos mais de 600 mortes nas 24 horas. Então eu acho um pouco complicado mesmo com portões fechados – disse.

O médico ainda relatou que testar todos os membros do clube e usar máscara não é suficiente para evitar a propagação da doença, já que essas medidas não impedem completamente a infecção.

Na Europa, o Campeonato Alemão foi o primeiro a ter o seu recomeço definitivo, que será no dia 16 de maio. Já os torneios da Bélgica, França e Holanda foram encerrados de maneira antecipada.

Aqui no Brasil, a CBF ainda não decidiu qual será o futuro de suas competições, assim como na Paraíba. Existe uma expectativa de retorno no mês de junho, mas dependendo dos rumos da pandemia do novo coronavírus.

Equipe @Vozdatorcida