De novo treinador, Unifacisa vence Cerrado Basquete pelo NBB

Foto: Divulgação/ Unifacisa

Em último quarto inspirado, o Basquete Unifacisa venceu o Cerrado Basquete nesta quarta-feira, 02, no Ginásio da ASCEB, em Brasília. Sob o comando do novo técnico, César Guidetti, que estreou com o pé direito, o time de Campina Grande apresentou uma forte defesa e garantiu a 1ª vitória nessa segunda sequência de jogos nas mini sedes do NBB 13.

Os destaques da partida foram: o pivô, Alexandre Paranhos, que em tarde inspirada anotou 17 pontos, 8 rebotes e 2 assistências, o ala dominicano, Nehemias Morillo, que se apresentou à equipe na manhã de hoje (2), após uma sequência de jogos com a seleção da República Dominicana, marcando 11 pontos e 5 rebotes e o ala armador, Betinho, com 9 pontos, 7 rebotes e 8 assistências.

O início do jogo foi muito quente para o basquete Unifacisa. O time começou com um ritmo muito forte, tentando imprimir um volume ofensivo já nos minutos iniciais. A equipe do Cerrado pecou bastante na marcação no perímetro, dando oportunidades para alguns arremessos livres da Unifacisa, que aproveitou muito bem através do seu ala, Felipe Vezaro, que converteu 3 arremessos de 3 pontos seguidos para o time de Campina Grande. Com o time pontuando bem no ataque, a Unifacisa aproveitou para arrochar na sua marcação, a defesa que foi um dos principais fatores trabalhados ao longo da primeira semana de treinos do novo técnico da Unifacisa, César Guidetti, e que já mostrou bons resultados no primeiro período. O pivô e também estreante na equipe, Leonardo Waszkiewicz, o Leozão, foi fundamental nesse quesito, ocupando bem o garrafão, dificultou bastante as ofensivas do time brasiliense.

No segundo período, a diferença na postura do time de Campina Grande, sob o comando de Guidetti, já era visível, a equipe que nos seus primeiros jogos encontrou algumas dificuldades de jogar coletivamente no ataque, passou a trabalhar muito bem a bola, passando de mão em mão na maioria de suas jogadas.

Vendo a Unifacisa ampliar o placar, o Cerrado procurou fazer os ajustes defensivos, que acabaram dando certo. Marcando as jogadas de transição da Unifacisa, o time brasiliense conseguiu dificultar as jogadas de pick and roll do time campinense e encostar novamente no placar. Desse ponto em diante a partida se transformou em uma batalha defensiva com ambos os times marcando muito bem, o volume ofensivo caiu. A Unifacisa foi um pouco mais precipitada no ataque e alguns erros bobos acabaram resultando em algumas cestas fáceis para o adversário, que fechou o primeiro tempo em 36 a 34.

E as duas defesas voltaram do vestiário com tudo, a Unifacisa abriu o período com 2 pontos do Leozão, depois de uma belíssima assistência da Nate Barnes, mas na sequência encontrou muita dificuldade para pontuar e para o Cerrado também não foi diferente. Com a forte marcação dos dois lados o jogo se tornou bastante truncado, com grandes períodos sem as duas equipes pontuarem, até os minutos finais quando a estrela do pivô da Unifacisa, Alexandre Paranhos, começou a aparecer.

O pivô teve um último período arrasador dentro do garrafão, tanto defensivamente quanto ofensivamente, marcando 10 pontos só nesse quarto. Muito bem servido por Betinho, a dupla demonstrou um grande entrosamento nas jogadas de pick and roll que voltaram a encaixar para o time da Unifacisa. Com o aproveitamento no ataque fluindo a equipe paraibana teve a tranquilidade de trabalhar sua defesa que em determinado momento chegou a segurar a equipe adversária em apenas 5 pontos no período, se mostrando muito dominante no final da partida. Após vantagem aberta ficou muito difícil para o Cerrado recuperar e a Unifacisa fechou a partida em 75 a 67, começando esse novo ciclo de jogos com o pé direito.

– Dar início a um trabalho com uma vitória é fundamental. Dá moral e confiança ao time, então eu fico muito feliz com o resultado. O time colocou muita energia, empenho e entrega dentro de quadra, principalmente no setor defensivo, que foi algo que trabalhamos muito nessa última semana de treinos. E essa vitória acredito que é mérito de todo o grupo, que jogou com muita força de vontade, um time que está sendo muito bom de trabalhar e com um potencial enorme para crescer ainda mais dentro da competição – afirmou o técnico da Unifacisa, César Guidetti.

César Guidetti fez sua estreia no Unifacisa. Foto: Divulgação

A Unifacisa não tem muito descanso e já volta à quadra na próxima sexta-feira, 04, onde enfrentará o Brasília Basquete, às 17h30, no Ginásio da ASCEB, ainda em Brasília. A partida será transmitida pela TV Itararé e Youtube do Basquete Unifacisa.

Equipe @Vozdatorcida com ASCOM/Unifacisa