Novo técnico do Bota-PB reforça que atletas tem que cumprir decretos de isolamento

Foto: Reprodução

A primeira entrevista coletiva realizada pelo Botafogo-PB na volta às atividades foi realizada de forma on-line, como maneira de evitar aglomerações e contágio pelo coronavírus.

Coletiva do Belo foi feita de forma on-line pela plataforma Zoom. Foto: Reprodução

Com os jogadores testados no fim da última semana e, de acordo com o divulgado pelo clube, sem nenhum resultado positivo para o contágio pelo Covid-19, ainda há preocupação para que esse quadro se mantenha em meio ao aumento do número de casos de vítimas e infectados pelo vírus no estado. Eduardo Araújo, de 33 anos, diretor do São Paulo Crystal, faleceu no domingo (28), em decorrência da doença.

O coronavírus foi tema de algumas perguntas feitas, como não poderia deixar de ser.

Apesar de não haver casos confirmados na equipe, Mauro Fernandes, novo treinador botafoguense, ressaltou a necessidade dos atletas cumprirem rigorosamente as medidas para poder realizar as atividades, uma vez que um grande número de pessoas está envolvida no funcionamento das atividades na Maravilha do Contorno.

No último domingo, o lateral-direito Léo Moura, principal contratação do time para a temporada, postou vídeos enquanto frequentava a orla de Cabo Branco, em João Pessoa, com seu filho. De acordo com decreto da Prefeitura Municipal, o local está interditado para passeios e atividades físicas ou qualquer outra que não seja essencial.

– Tivemos a felicidade de estar todo mundo sem nenhum tipo de problema, e isso tem que permanecer pois são quase 100 pessoas envolvidas no cotexto do Botafogo-PB. Os jogadores têm que se cuidar, é obrigação deles. Os que estiverem descumprindo os decretos que tem na cidade, o que não entrar nos eixos, sabe que vai ter a punição dele. É obrigação, e se tem lei, tem que ser cumprida, principalmente o atleta, uma pessoa muito visada. Cada um tem que ter sua responsabilidade de atleta – disse.

Não foi a primeira vez que o veterano descumpriu as recomendações do poder público do município. Como informado pelo Voz da Torcida, no dia 7 de junho o jogador, também em sue Instagram, publicou vídeos andando de bicicleta na orla. Na ocasião, quando o decreto já estava em vigência, o atleta se justificou dizendo que havia ido fazer compras e estava voltando para casa. Outro jogador botafoguense que postou vídeos se exercitando a beira mar da capital do estado foi o meio-campista Rodrigo Andrade, bastante contestado pela torcida neste início de temporada.

Equipe @Vozdatorcida