Plínio quer usar pressão extra-campo do Fortaleza a favor do Botafogo-PB

Para o capitão Plínio, depois de perder dois pontos no Almeidão, o Botafogo-PB precisa de um bom resultado fora de casa contra o Fortaleza

Foto: Reprodução/ Botafogo-PB

O Botafogo-PB embarcou na manhã desta quarta-feira (17) para a capital do Ceará, onde enfrenta o Fortaleza na próxima sexta-feira (19), às 19h, no estádio Presidente Vargas, pela segunda rodada do Grupo A da Série C do Campeonato Brasileiro.

No último treinamento antes de pegar a estrada, o zagueiro Plínio fez sua avaliação da estreia do time na terceira divisão, quando empatou por 1 a 1 contra o Cuiabá-MT, no Almeidão.

– A avaliação do primeiro jogo foi positiva. A equipe lutou bastante, tivemos um gol anulado irregularmente. Estreia, nervosismo. Perdemos dois pontos fora de casa, e agora temos que buscar fora – comentou.

Jogando fora de João Pessoa, neste ano, no Paraibano, o Botafogo-PB perdeu apenas uma vez na campanha que foi coroada com o título da competição.

O capitão do Belo falou também das dificuldades de jogar longe do Almeidão. Plínio admitiu que não será uma missão fácil vencer o Fortaleza, mas também garantiu que os donos da casa não terão vida fácil jogando no PV.

O time cearense fez campanha ruim no estadual e na Copa do Nordeste e na Copa do Brasil. Os maus resultados culminaram com a renúncia de toda direção do clube. O time vem se reformulando, mas sofre pressão para conseguir o acesso, que vem batendo na trave do Leão do Pici há várias temporadas. Para o camisa 3 do time da estrela vermelha, a pressão da torcida tricolor pode jogar contra eles mesmos.

– Sempre que se joga fora de casa é mais difícil, mas a Série C é muito equilibrada. Se vai ser um jogo difícil para nós, para eles também, pois vamos em busca da vitória. Sabemos que o Fortaleza vem pressionado e que a cobrança será grande para o lado deles. Eles vão querer a vitória de qualquer maneira, então temos que explorar esse nervosismo que essa pressão deve causar aos jogadores – concluiu.

Para o confronto contra o Fortaleza, o treinador Itamar Schulle já sabe que poderá contar com o volante Magno, que teve seu registro publicado no Boletim Informativo Diário da CBF na última terça. Entre os seis novos contratados, agora falta a regularização do meia Cleyton, que veio do CSA-AL. Por outro lado, o meia Fernandes e o atacante Fernandinho seguem se recuperando de lesões e são dúvidas para a partida.

Equipe @Vozdatorcida