Botafogo-PB recebe a Juazeirense-BA na noite deste sábado

Foto: Nadya Araújo/Botafogo-PB

Apesar da instabilidade que passou ao longo da primeira fase, o Belo chega para a última rodada com a classificação praticamente garantida para o mata-mata decisivo da Série C. Logo mais, às 19h30, a equipe enfrenta a Juazeirense-BA, no estadio Almeidão. Com 24 pontos, o time da estrela vermelha ocupa a quarta colocação e só precisa um ponto para garantir a classificação.

A preocupação do Botafogo-PB era o número de cartões acumulados , mas parece não ser mais um problema que assombre a comissão técnica. Todos que entraram pendurados no jogo contra o Globo-RN receberam o terceiro cartão amarelo e ficam fora logo mais.

Saulo, Júnior Lopes e Rogério desfalcam o time, assim como Gedeílson e Rafael Jataí, que foram expulsos.

Mesmo com as cinco baixas, o treinador Evaristo Piza demonstrou tranquilidade com os trabalhos da semana e esboçou os prováveis substitutos. No gol, Remerson assume a titularidade. Na zaga, Lula deve voltar a fazer dupla com Gladstone. Felipe Cordeiro volta para a lateral-direita. No meio, Humberto e Hiroshi tiveram preferência ao longo da semana, apesar de Carlos Renato também ter sido testado. Nando marcou o gol do empate contra o Globo, e deve voltar ao time titular no lugar de Leandro Kível, que está pendurado. As novidades ficam por conta dos meias Marcos Aurélio e Clayton Rosa, que voltam ao time após cumprirem suspensão automática.

Evandro Guimarães precisa ser mais que técnico para fazer com que o time reverta o quadro contra o rebaixamento. Com 18 pontos, está a exatos três pontos do Globo-RN, que joga fora de casa contra o Confiança-SE. Para escapar do rebaixamento, precisa vencer o Belo e torcer pela derrota da equipe potiguar. Para o jogo de hoje, a equipe vai ter os desfalques do zagueiro Eron e do meia Waguinho. Alysson deve ser o substituto da zaga, com Júnior Gaúcho suprindo a ausência de Waguinho, no meio.

Arbitragem

Rafael Traci vai ficar responsável pela arbitragem, com os auxílios Ivan Carlos Bohn e Rafael Trombeta. Todos paranaenses e do quadro da CBF.

Escalações

Botafogo-PB: Remerson, Felipe Cordeiro, Gladstone, Lula, Fábio Alves; Humberto, Hiroshi, Juninho, Clayton Rosa, Marcos Aurélio; Nando. Técnico. Evaristo Piza.

Juazeirense: Tigre, Capone, Emílio, Alysson, Deca; Júnior Gaucho, Rodolfo, Juninho Tardelli, Jussimar; Toni Galego, Salatiel. Técnico: Evandro Guimarães.