Semifinal da Segunda Divisão é adiada e competição ficará paralisada

Foto: Divulgação/FPF

Nem no Almeidão, nem no Carneirão, em Cruz do Espírito Santo. O duelo entre São Paulo Crystal e Nacional de Patos só será definido no próximo dia 25. Foi assim que os representantes da Federação Paraibana de Futebol (FPF) e São Paulo Crystal decidiram, em reunião realizada na sede do MP Procon.

O Nacional de Patos deixou o encontro sem acionar o documento, o que leva a entender que o Verdão Maravilha discorda da decisão.

O promotor Glauberto Bezerra foi responsável por mediar o encontro, que já ficou decidido que os ingressos deverão ser R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia). Antes, a diretoria do São Paulo havia estabelecido o preço de R$ 100, questionado pelo Naça.

O jogo, que deveria ser realizado na noite de ontem, foi adiado após o Tricolor conseguir uma liminar através do Tribunal de Justiça Desportiva de Futebol da Paraíba (TJDF-PB).

No documento, o vice-presidente Heraldo Teixeira de Carvalho estabeleceu duas condições para a FPF: realizar o jogo ontem, às 20h, no seu local de origem (estádio Carneirão) ou adiar a partida.

A alegação do TJDF-PB é que nenhum fato concreto foi apresentado, para fazer com que o São Paulo Crystal perdesse o mando de campo. O vice-presidente ainda proferiu em seu despacho, que para evitar novos episódios, o prefeito Pedro Gomes (Pedrito) precisará ficar afastado do local de realização da partida por 5 km.

Esta decisão se deu depois de uma postagem feita em suas redes sociais, onde a mensagem “Juiz bandido. Em Cruz (do Espírito Santo) é diferente. Tomara que não apareça torcida de fora!”

O presidente da FPF, Amadeu Rodrigues, garantiu que não havia tempo hábil para a logística, mas também a entidade não se pronunciou oficialmente quanto ao adiamento do jogo.

A Polícia Militar deixou claro que o Carneirão não possui os requisitos mínimos de segurança para receber a partida, com a presença de torcedores dos dois times.

São Paulo e Nacional lutam por uma vaga na Primeira Divisão de 2018.

Equipe @Vozdatorcida com Raniery Soares/Correio da Paraíba