Sem atividades, Campinense paga atletas; Presidente pode permanecer no clube

Depois da eliminação na Série D, William Simões havia decidido deixar o cargo ao fim do seu mandato, mas já se comenta que ele possa continuar a frente do clube

Foto: Divulgação/ Campinense Clube

A maioria dos jogadores está rescindindo o vínculo com o clube, que só volta às atividades em 2018.

Alguns atletas poderão até serem emprestados, uma vez que a direção raposeira pensa em contar com esses jogadores na próxima temporada.

Os nomes e detalhes dessas definições, porém, não foram anunciadas oficialmente pelo clube.

No último domingo, ainda no vestiário do Joia da Princesa, em Feira de Santana, o presidente do Campinense, William Simões, anunciou que não tem mais pretensões de continuar na gerência da agremiação.

Pelo que se tem comentado nos bastidores rubro-negros, no entanto, não está descartada a possibilidade de o atual mandatário raposeiro voltar atrás do que o próprio dirigente verbalizou no final de semana.

Equipe @Vozdatorcida