STJD remarca julgamento sobre a Operação Cartola

Foto: Divulgação

A 3ª Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva marcou para esta quarta-feira (24), o julgamento dos denunciados pelo Ministério Público da Paraíba na Operação Cartola. Para este novo momento, a novidade foi a inclusão dos nomes dos dirigentes do Botafogo-PB, que até então não haviam aparecido nos processos que estão em pauta no órgão máximo da Justiça Desportiva brasileira.

Além do vice-presidente de futebol do Belo, Breno Morais (que já está inserido no processo), foram incluídos o ex-presidente José Freire da Costa (Zezinho do Botafogo), o ex-vice-presidente Guilherme Carvalho, o diretor de futebol Francisco Sales e o vice-presidente jurídico Alexandre Cavalcanti, além do empresário Alex Fabiano, que segundo o processo, possui ligações com Breno Morais.

Esta sessão deveria ter acontecido no último dia 9 de outubro, mas acabou sendo adiada por um pedido de vistas feito pelo auditor Vanderson Maçullo, alegando que precisaria analisar a competência de julgamento do processo.

As denúncias são fruto da Operação Cartola, realizada em abril deste ano, que teve como objetivo desarticular um suposto esquema de manipulação de resultados no Campeonato Paraibano de Futebol envolvendo Federação Paraibana de Futebol, Tribunal de Justiça Desportiva de Futebol da Paraíba, clubes, dirigentes e árbitros.

Também serão julgados Amadeu Rodrigues (ex-presidente da Federação Paraibana de Futebol), Lionaldo Santos (ex-presidente do Tribunal de Justiça Desportiva de Futebol da Paraíba), Marinaldo Barros (ex-procurador do Tribunal de Justiça Desportiva de Futebol da Paraíba), José Renato Soares (ex-presidente da Comissão Estadual de Arbitragem), Severino Lemos (ex-membro da Comissão Estadual de Arbitragem), Genildo Januário (dirigente do Sindicato dos Árbitros da Paraíba), Adeílson Sales (árbitro), Antônio Carlos Rocha ‘Mineiro’ (árbitro), Antônio Umbelino (árbitro), Éder Caxias (árbitro), Francisco Santiago (árbitro), João Bosco Sátiro (árbitro), José Maria de Lucena Netto (árbitro assistente), Tarcísio José ‘Galeguinho’ (árbitro assistente), Josiel Ferreira ‘Pilar’ (árbitro assistente) e José Araújo da Penha (funcionário da Federação Paraibana de Futebol).

Equipe @Vozdatorcida com Raniery Soares/Correio da Paraíba

Voz da Torcida
Sobre Voz da Torcida 3857 Artigos
O Portal Voz da Torcida trabalha com a difusão de informações sobre o futebol paraibano desde 2011. Onde houver uma equipe paraibana de futebol competindo o Voz da Torcida estará fazendo a cobertura jornalística.