Sérgio China quer definição da FPF e torce por paralisação do estadual

Foto: Divulgação/ Nacional de Patos

Em meio a pandemia de coronavírus que assombra o mundo, o Campeonato Paraibano segue com bola rolando nesta quarta-feira (18).

Um dos jogos realizados será entre Sport-PB e Nacional de Patos, válido pela oitava rodada da competição. A partida será realizada no estádio Titão e inicia às 15h15.

Todos esses aspectos do confronto indignaram o treinador do Naça, Sérgio China, que criticou o local da partida, o horário e até a realização em meio  a pandemiad Covid-19.

– A adequação é mais em relação à dimensão do campo, porque pelo que me passaram, não são as dimensões exigidas pela CBF e FIFA, e isso já é um erro também. As condições do campo, a nível de gramado, não são das melhores, mas isso não posso atestar porque não vi. E querendo ou não, de 15h15, você jogar aqui onde o calor é extremo no nosso estado, na Paraíba, fica difícil para qualquer equipe apresentar um bom futebol. Mas a nossa equipe, como eu falo sempre, tem que começar a ser competitiva. É uma final para a gente, é um jogo de vida ou morte. Para eles também, que estão em extrema dificuldade. E não entendo também a mudança porque a mudança do jogo para esse estádio, onde eu tenho certeza que nenhuma outra equipe vai jogar mais lá, só o Nacional, parece que foi uma coisa direcionada para o Nacional, infelizmente –  disse.

O comandante ainda lamentou o fato de não poder fazer um reconhecimento do gramado, já que toda a delegação nacionalina chegará ao estádios poucas horas antes do duelo.

Como não poderia deixar de ser, um dos temas abordados na entrevista foi em relação à pandemia do novo coronavírus. Para Sérgio China, os órgãos competentes precisam tomar decisões mais drásticas, como paralisar a competição.

– É uma situação muito difícil para todos nós que fazemos futebol, porque parece que o futebol, mais uma vez, é como um trabalho à parte. A torcida não vai a campo, mas os jogadores podem ter o contato (com o vírus). É lógico que não chegou ainda e espero que não chegue aqui no estado da Paraíba. Eu sou de Recife e a situação lá está muito difícil. A família está lá e a gente fica preocupado com isso. Esposa, as filhas, familiares, as pessoas mais idosas, que são as pessoas que sofrem mais com esse tipo de vírus. A gente fica muito solidário com isso e tem que mudar, né? Em Pernambuco o campeonato já parou e em muitos estados também. Eu creio que na Paraíba não vai ser diferente. Eles têm que tomar uma solução, tem que ter uma solução mais drástica em relação a isso. Porque a gente está correndo risco. ‘Ah, não chegou ainda em Patos’, ‘não chegou na Paraíba’, mas se não se cuidar isso é questão de tempo. O melhor é não chegar, e não chegando tem que ter realmente uma atenção maior para esse caso – opinou.

Dentro de campo, a fase do Nacional não é boa. A equipe é o lanterna do Grupo B, com apenas 5 pontos, e precisa vencer para afastar o perigo de rebaixamento. Do outro lado, enfrentará um adversário que também vive um péssimo momento, sendo o último colocado do Grupo A, com 3 pontos conquistados.

Por isso, Sérgio China pede concentração máxima de seus jogadores para essa partida. O treinador lamentou o fato de quer um elenco curto e que agora está sofrendo com lesões, mas espera superar tudo isso para vencer o jogo.

– Não é você só perder o jogo, é como se perde um jogo. A cada gol que a gente leva, influencia no final, em uma situação de permanência ou não na primeira divisão do campeonato. Então nós temos que ser extremamente cautelosos também no que a gente fala, a forma de cobrança. A nossa equipe, o nosso grupo, é muito reduzido. Eu tenho algumas lesões no grupo e o grupo fica mais reduzido ainda. Eu tenho 22 atletas só e com três da base que nunca jogaram profissionalmente. Então a gente está administrando a situação que não é fácil para a gente da comissão. Mas não podemos usar isso como desculpa, porque nós temos ali onze homens que vão se doar ao máximo para conseguir o resultado positivo. Respeitando sempre o adversário, o Sport-PB – declarou.

Equipe @Vozdatorcida