Treinador do Sousa analisa desempenho do time na estreia

Depois do empate por 0 a 0 contra o CSP, jogando no Marizão, Cleibson Ferreira lamentou os gols desperdiçados por seus jogadores, e não descartou mudanças para encarar o Serrano

Foto: Blog do Garotão

Não foi a estreia que o torcedor sousense esperava.

Jogando em casa, no estádio Marizão, o Dinossauro do Sertão apenas empatou sem gols contra o CSP.

Mesmo com um desempenho melhor, principalmente na primeira etapa, a bola insistiu em não balançar as redes, o que frustrou a torcida, jogadores e comissão técnica do time sertanejo.

Após a partida, o treinador Cleibson Ferreira fez uma análise do resultado e do desempenho de sua equipe, e já projetou uma semana de trabalho para corrigir os erros apresentados na primeira partida.

– É um resultado ruim, começar com um empate dentro de casa. Tivemos uma superioridade, principalmente no primeiro tempo, em que poderíamos ter saído com um resultado bem melhor, mas infelizmente não aconteceu. Temos uma semana para fazer mudanças, não dá para fazer nada de cabeça quente. Tivemos um futebol para sair com a vitória, mas com a expulsão, lesão e cansaço, tudo isso atrapalhou bastante – lamentou.

Em alguns momentos da partida e, principalmente, após o apito final, o torcedor do Sousa vaiou a equipe, incomodada com as chances desperdiçadas e com a vitória que não veio. Sobre os apupos antes do término do embate, o treinador não acha que influenciaram no desempenho de seus atletas, e disse entender a insatisfação de quem comprou ingresso para assistir o jogo no Marizão.

– Não acredito em pressão de torcida (ter atrapalhado), os jogadores são experientes. A torcida veio para apoiar. No momento em que as coisas não começam a corresponder, eles vaiam, o que faz parte do futebol – disse.

O Sousa volta à campo no sábado, quando irá até Campina Grande enfrentar o Serrano, pela segunda rodada do Paraibano, no estádio Amigão.

Equipe @Vozdatorcida com informações de Fabiano Blackout