Voz da Torcida elege seleção do Campeonato Paraibano de 2020

Arte: Ana Flávia Nóbrega/ Voz da Torcida

Terminada mais uma edição do Campeonato Paraibano, o décimo com cobertura do Voz da Torcida, com parte dela de casa, por questões de segurança devido a pandemia do Coronavírus, nossa equipe escolheu a seleção do torneio, juntamente com alguns amigos e ex-integrantes do VT convidados.

Nesta edição, decidimos enviar uma premiação para o jogador mais votado de cada posição, além de treinador e revelação, para homenagear com o nome de Eduardo Araújo, diretor executivo do São Paulo Crystal e ex-candidato a presidência da Federação Paraibana de Futebol na última eleição da entidade, que faleceu no dia 30 de junho por complicações decorrentes do Covid-19, dezoito dias antes do reinício da competição.

Vindo de um tricampeonato consecutivo, o Botafogo-PB foi semifinalista, mas em algum momento chegou a empolgar. Desta forma, nenhum atleta da equipe integra o time do Voz da Torcida. O Atlético de Cajazeiras, por sua vez, mesmo tendo sido eliminado na última rodada da fase de grupos, depois de liderá-la durante toda primeira fase, emplacou três jogadores. Contanto com cinco escolhas, já inclusas a de treinador e revelação, o Treze foi quem mais teve nomes fazendo parte do escrete.

Nossa escalação começa com o goleiro Jeferson, do Treze. As boas atuações do camisa 1 do Galo fazem com que a torcida sequer tenha nutrido qualquer tipo de desconfiança por conta de sua passagem pelo rival Campinense em 2018.

A lateral-direita, antes do início da competição, certamente teria Léo Moura como favorito. Entretanto, nos votos de nossa equipe, o veterano ex-Grêmio e Flamengo foi citado apenas como decepção. Quem foi selecionado pelo nosso time foi Iranilson, do Sousa (acertou com o Atlético de Cajazeiras para a Série D), que fez ótimo estadual, assim como em 2019, também pelo Dinossauro.

Na defesa, Uesles, do Campinense, foi o mais votado. Seu parceiro de zaga, entretanto, teve disputa acirrada para que a escolha fosse definida. Com o mesmo número de votos, o capitão do Treze, Breno Calixto ficou logo abaixo, mas pouco a frente de seu companheiro de zaga, Nilson Júnior, com apenas um voto de vantagem.

A primeira unanimidade da eleição veio na lateral-esquerda. Na mesma situação de Jeferson, ninguém lembra que Gilmar, lateral-esquerdo do Galo, defendeu o rival rubro-negro em 2017. Com ótimas atuações e sendo, em boa parte do campeonato, a única válvula de escape da transição entre defesa, meio-campo e ataque do time, o jogador de 27 anos foi, com justiça, o único nome lembrado pela equipe do VT.

Força e habilidade são necessárias para que um meio-campo de um time funcione bem, e também para o povo sertanejo superar diversas adversidades que a região, esquecida pelo poder público e frequentemente castigada pela seca – ainda bem que não aconteceu esse ano -, costuma ter que enfrentar. Todos os escolhidos para o setor foram de times do sertão. Ferreira e Mendes representam o Atlético de Cajazeiras, talvez a equipe que desempenhou o melhor futebol do Paraibano. No lado do Sousa, quarto colocado da competição, eliminado das semifinais pelo Campinense nos pênaltis, jogando melhor nos 180 minutos, garantem presença no selecionado Bruno Menezes e Dakson. Inclusive, o camisa 10 do Dinossauro do Sertão foi o segundo jogador a ser unanimidade, recebendo votos dos 11 integrantes.

Outro atleta do Trovão Azul que integra a seleção do VT é Éder Paulista. Destaque da equipe antes da paralisação do estadual, o atacante anotou quatro gols e fez falta na busca pela classificação para as semifinais que não veio.

Rafael Ibiapino é um caso a parte. Artilheiro da competição, o jogador naturalmente também foi eleito destaque, com 11 votos, mesmo número que teve para a posição de atacante. Formado na base da Raposa, agora, aos 28 anos, o veloz ponta, que vive dias de goleador, certamente tem o melhor ano de sua carreira, e foi responsável por marcar 9 dos 18 gols do Campinense até o fim da primeira partida das finais.

O treinador mais votado chegou para apagar o incêndio deixado por Celso Teixeira no Presidente Vargas, Moacir Júnior fez no Treze o mesmo que no América-RN no ano passado, colocar fim em um jejum de títulos, que durava nove anos no caso do alvinegro. O técnico também foi responsável direto pela “remontada” nas semifinais, quando eliminou o Botafogo-PB nos pênaltis após perder o jogo de ida por 2 a 0, e bolou uma armadilha fatal que resultou na vitória galista por 2 a 0 na primeira partida das finais contra o Campinense. Além disso, foi com uma vitória no Clássico dos Maiorais, na última rodada da fase de grupos, que o comandante conseguiu engrenar na equipe.

Peça importante do Galo da Borborema em todo torneio, o atacante Tales, de 21 anos, foi eleito como a revelação do Paraibano, que poderia escolher jogadores com até 23 anos. Titular em quase toda jornada, o atleta, que está na equipe principal do Treze desde o ano passado, levou a melhor sobre Darlan, do CSP, que acabou de acertar a transferência para o Primavera-SP, clube comandado pelo ex-jogador Deco.

A disputa mais acirrada foi a de decepção do estadual, mas o duelo ficou em casa. Maior investimento e vindo de um tricampeonato consecutivo, o Botafogo-PB teve 6 dos 11 votos, apenas um a frente de seu jogador, Léo Moura, contratado com pompas de maior negociação da história do futebol paraibano, que pouco entrou em campo – no retorno do torneio devido a uma lesão -, mas quando esteve dentro das quatro linhas, não protagonizou nenhum destaque. A única assistência que saiu dos pés do jogador foi em um chute errado, desviado para o gol por Lucas Simón, contra o Nacional de Patos.

Confira a seleção do Voz da Torcida do Campeonato Paraibano 2020:

Arte: Ana Flávia Nóbrega/ Voz da Torcida

Goleiro: Jeferson (Treze)

Lateral-direito: Iranilson (Sousa)
Zagueiro: Uesles (Campinense)
Zagueiro: Breno Calixto (Treze)
Lateral-esquerdo: Gilmar (Treze)

Meio-campista: Ferreira (Atlético de Cajazeiras)
Meio-campista: Bruno Menezes (Sousa)
Meio-campista: Mendes (Atlético de Cajazeiras)
Meio-campista: Dakson (Sousa)

Atacante: Éder Paulista (Atlético de Cajazeiras)
Atacante: Rafael Ibiapino (Campinense)

Técnico: Moacir Júnior (Treze)

Destaque: Rafael Ibiapino (Campinense)

Decepção: Botafogo-PB

Revelação (sub-23): Tales (Treze)

Confira a seleção de cada votante:

Élison Silva (Editor do Voz da Torcida e comentarista da Rádio VT):

Felipe (Botafogo-PB), Iranilson (Sousa), Uesles (Campinense), Breno Calixto (Treze), Gilmar (Treze); Romeu (Sousa), Bruno Menezes (Sousa), Mendes (Atlético-PB), Dakson (Sousa); Rafael Ibiapino (Campinense)
e Éder Paulista (Atlético-PB). Técnico: Ederson Araújo (Atlético-PB).

Craque: Rafael Ibiapino (Campinense)
Decepção: Botafogo-PB
Revelação: Natalício (CSP)

Adriano Almeida (Comentarista e diretor administrativo do Voz da Torcida):

Felipe (Botafogo-PB), Iranilson (Sousa), Uesles (Campinense), Breno Calixto (Treze), Gilmar (Treze); Gabriel Mendes (Atlético-PB), Vinícius Barba (Treze), Bruno Menezes (Sousa), Dakson (Sousa); Kelvin (Botafogo) e Rafael Ibiapino (Campinense). Técnico: Edson Araujo (Atlético Cajazeiras)

Craque: Rafael Ibiapino (Campinense)
Decepção: (Botafogo-PB)
Revelação: Tales (Treze)

Ana Flávia Nóbrega (Repórter do Jornal A União, diretora de arte e repórter do Voz da Torcida):

Felipe (Botafogo-PB), Felipinho (Atlético de Cajazeiras), Breno Calixto (Treze), Nilson Júnior (Treze), Gilmar (Treze); Ferreira (Atlético-PB), Bruno Menezes (Sousa), Mendes (Atlético-PB), Dakson (Sousa); Rafael Ibiapino (Campinense) e Éder Paulista (Atlético-PB). Treinador: Moacir Júnior (Treze)

Craque: Rafael Ibiapino (Campinense)
Decepção: Botafogo-PB
Revelação (sub-23): Tales (Treze)

Iaco Lopes (Repórter do Voz da Torcida):

Jeferson (Treze), Iranilson (Sousa), Breno Calixto (Treze), Uesles (Campinense), Gilmar (Treze); Gabriel Mendes (Atlético-PB), Vinícius Barba (Treze), Bruno Menezes (Sousa), Dakson (Sousa); Éder Paulista (Atlético-PB) e Rafael Ibiapino (Campinense). Treinador: Moacir Júnior (Treze).

Craque: Rafael Ibiapino (Campinense)
Decepção: Léo Moura
Revelação (sub-23): Tales (Treze)

Caio Guilherme (Repórter do Voz da Torcida):

Wellington Lima (Campinense), Iranilson (Sousa), Nilson Jr (Treze), Luís Gustavo (Botafogo-PB), Gilmar (Treze); Ferreira (Atlético-PB), Vinicius Barba (Treze), Mendes (Atlético-PB), Dakson (Sousa); Lohan (Botafogo-PB) e Rafael Ibiapino (Campinense). Técnico: Moacir Júnior (Treze).

Craque: Rafael Ibiapino (Campinense)
Decepção: Léo Moura
Revelação: Léo Pereira (Treze)

Nildo Gomes (Narrador da Rádio VT):

Jeferson (Treze), Felipinho (Atlético), Uesles (Campinense), Nilson Júnior (Treze), Gilmar (Treze); Ferreira (Atlético-PB), Bruno Menezes (Sousa), Henrique (São Paulo Crystal), Dakson (Sousa); Lucas Simón (Botafogo) e Rafael Ibiapino (Campinense). Técnico: Moacir Júnior (Treze)

Craque: Rafael Ibiapino (Campinense)
Decepção: Botafogo-PB

Yuri Queiroga (Apresentador da Miramar FM 103,3 de João Pessoa, narrador da TV Tambaú e da Rádio Voz da Torcida):

Felipe (Botafogo-PB), Iranilson (Sousa), Uesles (Campinense), Nilson Júnior (Treze), Gilmar (Treze); Ferreira (Atlético-PB), Pêu (Campinense), Douglas Lima (Treze), Dakson (Sousa); Lohan (Botafogo) e Rafael Ibiapino.(Campinense). Técnico: Moacir Júnior (Treze)

Craque: Rafael Ibiapino
Decepção: Botafogo-PB
Revelação: Tales (Treze)

Iago Sarinho (Repórter do Jornal A União):

Jeferson (Treze), Felipinho (Atlético), Uesles (Campinense), Nilson Júnior (Treze), Gilmar (Treze); Ferreira (Atlético-PB), Bruno Menezes (Sousa), Henrique (São Paulo Crystal), Dakson (Sousa); Lucas Simón (Botafogo) e Rafael Ibiapino (Campinense). Técnico: Moacir Júnior (Treze)

Craque: Rafael Ibiapino (Campinense)
Decepção: Botafogo-PB
Revelação: Darlan (CSP)

Yan Cavalcanti (Colaborador do Voz da Torcida):

Jeferson (Treze), Léo Pereira (Treze), Breno Calixto (Treze), Uesles (Campinense), Gilmar (Treze); Rafinha (Sousa), Vinícius Barba (Treze), Dakson (Sousa), Custódio (Atlético); Rafael Ibiapino (Campinense) e Kelvin (Botafogo-PB). Técnico: Moacir Júnior (Treze)

Craque: Rafael Ibiapino (Campinense)
Revelação: Darlan (CSP)
Decepção: Léo Moura (Botafogo-PB)

Raniery Soares (Repórter do Jornal da Paraíba):

Jeferson (Treze), Iranilson (Sousa), Uesles (Campinense), Nilson Júnior (Treze), Gilmar (Treze); Mendes (Atlético-PB), Vinícius Barba (Treze), Bruno Menezes (Sousa), Dakson (Sousa); Éder Paulista (Atlético-PB) e Rafael Ibiapino (Campinense). Técnico: Moacir Júnior (Treze)

Craque: Rafael Ibiapino (Campinense)
Decepção: Léo Moura
Revelação: Marcelo (Sousa)

Edgley Lemos (Colaborador do Voz da Torcida):

Jeferson (Treze), Iranilson (Sousa), Uesles (Campinense), Breno Calixto (Treze), Gilmar (Treze), Ferreira (Atlético-PB), Pêu (Campinense), Mendes (Atlético-PB), Dakson (Sousa); Éder Paulista (Atlético) e Rafael Ibiapino (Campinense). Técnico: Givanildo Sales (Sousa).

Craque: Rafael Ibiapino (Campinense)
Decepção: Léo Moura
Revelação: Léo Pereira (Treze)

José Pereira (Podcast Baião de Dois):

Jeferson (Treze), Iranilson (Sousa), Uesles (Campinense), Breno Calixto (Treze), Mário Sérgio (Botafogo-PB); Romeu (Sousa), Ferreira (Atlético de Cajazeiras), Alexandre Santana (Treze), Dakson (Sousa); Rafael Ibiapino (Campinense) e Lohan (Botafogo-PB). Técnico: Moacir Júnior (Treze)

Craque: Breno Calixto (Treze)

Equipe @Vozdatorcida