Após perder capitão por oito meses, técnico do Treze lamenta contusão

A tabela da Federação Paraibana de Futebol – FPF marca o clássico entre Botafogo-PB e Treze, o jogo da volta, válido pela 11ª rodada do Campeonato Paraibano 2013, para o dia 17 de fevereiro, no Estádio da Graça, em João Pessoa.

Além da falta de estrutura para receber uma partida dessa envergadura, como analisa o presidente do Galo, Eduardo Medeiros, embora esteja planejada a presença de apenas uma torcida, a única praça esportiva da Capital com condições de sediar jogos no momento ainda possui um gramado questionável.

Em sete rodadas até agora pelo certame estadual, o terreno da Graça fez duas vítimas. Após pisar num buraco, o atacante Wanderley, do Bota-PB, lesionou-se nas primeiras partidas da competição e ficou pelo menos duas semanas sem atuar.

Já para o volante Júlio César, do Treze, a pena foi mais dura. Contra o CSP, na última segunda-feira, o jogador caiu em uma das armadilhas do irregular gramado do estádio e acabou rompendo o ligamento cruzado anterior do joelho direito.

De acordo com o médico  galista, Nélbi Fernandes, Júlio deverá ser submetido a uma intervenção cirúrgica, com um tempo de recuperação previsto para no mínimo seis meses, podendo o tratamento chegar a 32 semanas.

Antes do treino de ontem, no Amigão, o técnico Sérgio Cosme lamentou a contusão do volante e capitão da equipe. Em entrevista à imprensa, o treinador alvinegro disse que o atleta não é importante para o grupo só dentro de campo, mas fora dele, também.

– Lamentamos profundamente a contusão, porque Júlio é um jogador importantíssimo para o nosso time. Mas vamos contar com ele fora de campo, já que é um líder desse grupo. Tenho fé em Deus que ele vai se recuperar o mais rápido possível – declarou o comandante alvinegro, que para a posição de Júlio tem as opções de Jhonata, Charles Vágner e Roberto.

Equipe @Vozdatorcida

Faça um comentário