Com auxílios confirmados, Botafogo-PB desmente dispensa de atletas

Foto: Divulgação/ Botafogo-PB

Com o futebol parado por conta da pandemia do novo coronavírus no Brasil, o Botafogo-PB segue correndo para deixar suas contas em dia.

Apesar disso, duas boas notícias animaram os bastidores do clube nessa segunda-feira (06). A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) finalmente se pronunciou e anunciou que auxiliará financeiramente as equipes da Séries C do Brasileirão, além de repassar R$ 120 mil para cada uma das Federações Estaduais.

Para os times da Série C, o valor será de R$ 200 mil por equipe. Além disso, o Belo deve receber mais R$ 10 mil da Federação Paraibana de futebol, que decidiu repassar parte da quantia recebida da CBF para os participantes da primeira divisão do Campeonato Paraibano. Com isso, o time da Maravilha do Contorno deve embolsar R$ 210 mil no total.

Dessa forma, a tendência é que o Botafogo-PB não precise dispensar atletas para diminuir folha salarial. Isso aconteceria caso o clube não recebesse apoio financeiro da CBF e da FPF, como afirmou o presidente Sérgio Meira ao GloboEsporte.com.

Os jogadores que estão com seus contratos perto de se encerrar são os laterais Israel e Neílson, além do meia Enercino. Já Kelvin e Rogério, ambos lesionados, devem permanecer, de acordo com o mandatário botafoguense, em entrevista ao programa Microfone Aberto, da Rádio Tabajara. O volante tem contrato até o fim da Série C e o atacante teve seu vínculo estendido por causa de sua lesão, como é de praxe nestas situações, ao contrário do que diziam boatos que circularam pelas redes sociais, que afirmavam que ambos seriam dispensados.

Por enquanto, todas as atividades no Belo estão suspensas, assim como todo o futebol profissional do país, seguindo assim as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde de permanecer em casa, em isolamento social.

Equipe @Vozdatorcida