Botafogo-PB empata com Manaus, mantém jejum, mas retorna ao G4

Foto: João Normando

No estádio da Colina, na capital do Amazonas, Manaus e Botafogo-PB se enfrentaram na tarde de domingo (12), pela décima sexta rodada do Grupo A da Série C do Campeonato Brasileiro. E em um jogo amarrado e de raras chances de gol, o 0 a 0 acabou sendo proveitoso para as duas equipes em termos de tabela. Entretanto, é o quinto jogo da equipe da estrela vermelha sem saber o que é vencer, e em três deles não marcou gols.

Antes da bola rolar, tensão do lado botafoguense. Isto porque o ônibus do time chegou sem escolta policial ao local do jogo, e foi atingido por pedras e outros objetos arremessados por torcedores do time da casa. Houve danos materiais. Dentro das quatro linhas, Evaristo Piza, técnico do Gavião, promoveu a estreia do meia Daniel Costa, enquanto Gerson Gusmão, comandante dos paraibanos, escalou o mesmo time que empatou por 1 a 1 com o Tombense-MG no compromisso anterior.

Depois que o árbitro apitou o início, a movimentação era pouca. Um duelo muito picotado, de muita disputa de bola no meio-campo, mas sem criatividade, os dois goleiros trabalhavam apenas para se antecipar em bolas esticadas demais para os atacantes, que não conseguiam receber  com chances de concluir.

Somente aos 33 minutos o Belo tentou arriscar, com Juba chutando de fora da área, mas a bola desviou na defesa e foi para escanteio. Na cobrança, Clayton mandou na pequena área, Juba por pouco não cabeceia, mas a defesa tocou para a linha de fundo, mas assustando pela pouca distância pela qual passou pelo poste esquerdo do goleiro.

No fim da primeira etapa, aos 43, Sávio cobrou falta da direita, a bola cruzou toda área e sobrou para Ederson, que bateu de primeira, de direita, mas o chute foi parar na rede pelo lado de fora, passando a direita da trave.

Foto: João Normando

Segundo tempo

Logo no primeiro minuto de jogo depois do intervalo veio a melhor chance até o momento. Clayton tocou para Welton Felipe, que entrou por trás da defesa e, cara a cara com Gleibson, chutou para fora.

A partida seguia muito complicada para os setores ofensivos dos dois times, que pouco criavam. O Manaus mexeu bastante no time, que ficou cheio de atacantes, mas sem articulação, na base da trombada o Botafogo-PB levava a melhor. Por sua vez, a equipe visitante tinha paciência, rondava a área, mas não chegava em condições de finalizar.

Na reta final do jogo o Belo era quem chegava mais próximo do ataque e, aos 41, Juninho pegou rebote do escanteio na entrada da área e bateu de esquerda. A bola resvalou na zaga e passou perto, por cima da meta manauara.

Dois minutos depois, Ederson recebeu de Marcos Aurélio e chutou da entrada da área, mandando a bola no travessão e, por pouco, não marcou o gol do jogo no fim da partida.

Com o empate, o Manaus segue na liderança, com 25 pontos, enquanto o Botafogo-PB fica na quarta posição, com 23. A rodada será completa amanhã (13), com o confronto entre Ferroviário x Paysandu. Gavião e Belo voltam a campo no domingo (19), enfrentando Ferroviário-CE e Tombense-MG, respectivamente.

Ficha técnica

Manaus 0 x 0 Botafogo-PB

Campeonato Brasileiro Série C 2021
Grupo A – 16ª rodada
Estádio: Colina (Manaus)

Arbitragem: Thiago Luís Scarascati; Anderson José de Moraes Coelho e Vitor Carmona Metestaine, todos de São Paulo.

Gols:
Cartões amarelos: Luã Lúcio (B)

Manaus: Gleibson, Edvan, Luís Fernando, Marcelo Augusto, Dudu Mandai; Gilson, Guilherme Amorim (Derlan), Gabriel Davis (Douglas Lima), Daniel Costa (Philip); Diego Rosa (Denílson) e Rafhael Lucas (Guilherme Pira). Técnico: Evaristo Piza.

Botafogo-PB: Lucas, Sávio, Daniel Felipe, Willian Machado, Tsunami; Tinga, Pablo (Luã Lúcio), Clayton (Cleyton); Welton Felipe (Marcos Aurélio), Juba (Juninho) e Éderson. Técnico: Gerson Gusmão.

Equipe @Vozdatorcida