Botafogo-SP supera o Botafogo-PB em estatísticas na Série C

Foto: Edônio Alves/ Voz da Torcida

O confronto entre os xarás Botafogo-PB e Botafogo-SP marca o início de um novo campeonato, a fase de mata-mata do Campeonato Brasileiro da Série C.

O Belo e a Pantera se confundem apenas pelo nome, pois as campanhas das equipes foram bem diferentes na primeira fase da competição.

O time paulista leva vantagem no comparativo dos duelos, o que deve pautar os treinamentos do Belo durante a primeira semana decisiva do duelo.

Dos 26 pontos conquistados na fase de grupos da Série C, o Botafogo-PB somou 18 deles jogando no Estádio Almeidão, em João Pessoa. Foram cinco vitórias e três empates. Já jogando fora de casa, o Belo conquistou oito pontos, sendo uma vitória e cinco empates. A única derrota do time da estrela vermelha foi contra o Remo-PA, por 3 a 1, na quinta rodada do Grupo A da Terceirona.

O Botafogo-SP, por sua vez, teve uma campanha um pouco mais proveitosa que o agora rival paraibano. A Pantera conquistou 21 pontos jogando no Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, sendo seis vitórias e três empates, permanecendo invicto jogando em casa. E consolidou-se como líder do Grupo B, ao vencer quatro e empatar duas partidas jogando longe de seus domínios, totalizando 14 pontos conquistados fora de casa.

Ataque

Quando o assunto são os setores ofensivos das equipes, o confronto é vencido com ampla vantagem pelos paulistas.

O Botafogo-PB fez 22 gols durante as 18 rodadas da primeira fase do campeonato, já o Botafogo-SP marcou trinta vezes, sendo o segundo melhor ataque da competição, atrás apenas do Cuiabá, que balançou as redes 32 vezes.

O resultado de tantos gols rende à equipe paulista os dois artilheiros da Série C até o momento. Caio marcou dez gols e é o artilheiro isolado, logo em seguida vem o atacante Felipe, com nove gols, ambos atuando no ataque do tricolor.

Defesa

Pelo setor defensivo, as equipes travam um duelo mais equilibrado. O Botafogo-PB levou 17 gols na primeira fase do campeonato, ficando com a segunda melhor defesa do Grupo A, atrás apenas do Santa Cruz-PE, que levou 13. O Botafogo-SP levou 14 gols, se tornando a melhor defesa do Grupo B e, no geral, perde apenas para o tricolor pernambucano.

Os ‘xerifes’ são conhecidos das duas torcidas. Plínio atuou pelo Belo em duas temporadas (2016 e 2017) e ganhou o reconhecimento dos torcedores paraibanos, principalmente por fazer justamente uma campanha semelhante à desempenhada este ano no Botafogo-SP. Na ocasião, a defesa do Belo levou 13 gols, a melhor do Grupo A daquele ano.

Em contrapartida, os paulistas conhecem bem o capitão da equipe paraibana. Gladstone atuou pelo Botafogo-SP na temporada passada. Por lá, não conseguiu a classificação para o mata-mata, mas garantiu um bom retrospecto no setor defensivo. A equipe levou 20 gols no campeonato.

Equipe @Vozdatorcida com Gabriel Boto/Correio da Paraíba