Campinense e Botafogo-PB disputam Clássico Emoção nesta quarta-feira

Foto: Nádya Araújo/ Botafogo-PB

Em jogo adiado da terceira rodada do Campeonato Paraibano, Campinense e Botafogo-PB se enfrentam logo mais, às 20h15, no estádio Amigão, em Campina Grande.

As duas equipes que vem dominando o futebol do estado desde 2015, quando revezam os títulos estaduais (Belo em 2013, 2014, 2017, 2018 e 2019 e Raposa em 2015 e 2016), tem um duelo com um tabu em jogo. O time pessoense venceu os últimos cinco clássicos. O derradeiro triunfo rubro-negro foi na primeira partida das finais do estadual de 2018.

No Campinense, o treinador Oliveira Canindé vai ter um desfalque importante. O meio-campista Romário Becker, principal articulador ofensivo da equipe, lesionou o músculo adutor da coxa esquerda no primeiro tempo diante do Treze, no último domingo, e vai ficar de fora da equipe pelas próximas quatro semanas. Jairo entra com vantagem para assumir a camisa 10 da Raposa. Outro jogador da posição, Vinicius Vargas, expulso no Clássico dos Maiorais, também é desfalque certo.

O rubro-negro tem 7 pontos e ocupa a liderança do Grupo B, com quatro jogos disputados, assim com o Sousa, vice-líder, que marcou 6 pontos até o momento.

Pelo lado botafoguense, mesmo com 100% de aproveitamento nas duas partidas que jogou no estadual, por onde não entra em campo desde o dia 29 de janeiro, quando enfrentou o Nacional de Patos fora de casa, existe certa pressão pelos três pontos, uma vez que o Atlético de Cajazeiras lidera o Grupo A, com 13 pontos, tendo perdido apenas dois pontos dos quinze disputados. O Treze, vice-líder, tem 10 pontos, e o Belo pode encostar mesmo com duas partidas atrasadas a serem disputadas após o clássico de logo mais.

Sem poder contar com o atacante Kelvin, que tem uma fratura e uma lesão no ligamento do cotovelo esquerdo, e vai precisar operar o local nos próximos dias, o treinador Evaristo Piza vai ter à disposição novamente o lateral-direito Léo Moura, que foi poupado na vitória sobre o CSA-AL, na Copa do Nordeste, no domingo passado. O goleiro Felipe, recém-apresentado, ainda depende de regularização e do aprimoramento da forma física para estrear com a camisa do Botafogo-PB.

Arbitragem

O paulista Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza, do quadro da FPF, vai apitar o Clássico Emoção. Seus auxiliares serão Ruan Neres e Gleydson Francisco. José Ferreira Neto foi o quarto árbitro escalado para o duelo.

Escalações

Campinense: Adilson Júnior, Alex Maranhão, Vitão, Uesles, Matheus Camargo; Pêu, Allefe, Jairo; Rafael Ibiapino, Caíque e Fábio Júnior. Técnico: Oliveira Canindé.

Botafogo-PB: Samuel Pires, Léo Moura, Fred, Luís Gustavo, Mário; Rogério, Everton Heleno, Juninho, Rodrigo Andrade; Pimentinha e Lohan (Mário Sérgio). Técnico: Evaristo Piza.

Equipe @Vozdatorcida