Campinense bate Guarany-CE e disputará o mata-mata do acesso

Foto: Samy Oliveira

Guarany de Sobral e Campinense se enfrentaram no estádio do Junco, na tarde deste domingo (03), pelo jogo de volta das oitavas de final da Série D, valendo uma vaga no mata-mata do acesso da competição. E em uma partida na qual foi melhor do início ao fim, Fábio Lima e Anselmo marcaram os gols que garantiram a vitória por 2 a 0 que colocou o rubro-negro paraibano de volta ao mata-mata do acesso pela primeira vez desde 2018.

Sem poder contar com o volante Iago Emanuel, suspenso, o técnico Vladimir de Jesus escalou Hulk no ataque e colocou o Guarasol para jogar de forma mais ofensiva, uma vez que precisavam da vitória. Já Ranielle Ribeiro, treinador da equipe paraibana, optou por Weverton e Filipe Ramon nas vagas do zagueiro Ítallo e do lateral-esquerdo João Victor, que cumpriram suspensão. No meio-campo, Serginho Paulista começou como titular no lugar que vinha sendo de Patrick.

Mesmo precisando vencer, o time da casa pouco chegava em seu campo ofensivo. Mais organizado, o Campinense comandava as ações com e sem a bola, e a primeira finalização mais perigosa veio aos 18 minutos, quando Cláudio tocou para o meio da área, viu Marcos Nunes dominar, girar e bater de canhota para a defea de Théo. No minuto seguinte, novo arremate, desta vez de fora da área, quando Cláudio bateu firme e fez o arqueiro cair em seu canto esquerdo para segurar a bola que veio muito quente.

Aos 20, Filipe Ramon foi até a linha de fundo e colocou a bola na camisa do camisa 9 da Raposa, que testou no canto direito do goleiro, mas a bola passou ao lado do poste, com muito perigo.

Mais uma vez Cláudio teve uma chance clara, desta vez aos 33. Após cruzamento de Fábio Lima da direita, o camisa 9 recebeu livre na área e bateu cruzado de direita, mas a bola foi para fora, a direita da meta rubro-negra cearense.

O Guarany de Sobral chegou com certo perigo apenas aos 40 minutos, quando Raí recebeu na direita, cruzou para a área e Hulk cabeceou a direita da trave de Mauro Iguatu.

Segundo tempo

Na volta do intervalo, Ranielle Ribeiro percebeu o mal momento de Cláudio e o substituiu por Matheus Régis, herói da vitória na primeira partida. Os time da casa voltou com a mesma formação.

Ainda sem conseguir criar muitas dificuldades, o Guarasol apostou na bola parada para assustar. Aos 5 minutos, em cobrança de escanteio, Airton Júnior cabeceou sozinho entre a defesa raposeira e assustou Mauro Iguatu, que ficou parado só olhando a bola passar a direita da meta.

Como sempre, na segunda etapa o Campinense caiu de rendimento e muito pouco chegou próximo ao goleiro Théo. Entretanto, a bola também praticamente não chegava em sua área de maneira perigosa. A partida ficou muito truncada no meio-campo, mas caiu vertiginosamente de qualidade.

Aos 35 minutos, grande susto pro torcedor raposeiro. Daniel Passira recebeu a bola que desviou na cabeça de Geraldo, saiu de frente a Mauro Iguatu, encobriu o arqueiro rubro-negro e a defesa tirou quase em cima da linha, mas o assistente assinalou impedimento.

Mas quatro minutos depois, Serginho Paulista encontrou Anselmo, que invadiu a área e tocou na saída do goleiro, que desviou a bola, e ainda deu tempo de Fábio Lima tocar nela antes de cruzar a linha e abrir o marcador.

Com o Guarany nas cordas, a Raposa ainda tentou guardar o segundo aos 46, em chute de fora da área de Felipinho que Théo teve que se esticar todo para resvalar a bola que ia em direção ao seu canto direito e mandar para escanteio.

E deu tempo sair o segundo sim. Aos 47, após cobrança de falta de Fábio Lima, Théo deu rebote e Anselmo acertou um belíssimo voleio para deixar o dele e dar números finais ao jogo.

Com o placar agregado de 4 a 1, o Campinense vai ao mata-mata do acesso, onde enfrentará o América-RN em duas partidas. O jogo da volta será disputado no estádio Amigão, em Campina Grande. Entretanto, os confrontos podem mudar ainda de acordo com o restante dos resultados do domingo.

Ficha técnica

Guarany de Sobral 0 x 2 Campinense (agregado 1 x 4)

Campeonato Brasileiro da Série D 2021
Oitavas de final – 2º jogo
Estádio do Junco (Sobral)

Arbitragem: Osimar Moreira da Silva Júnior; Hugo Sávio Xavier e Paulo César Ferreira, todos de Goiás.

Gols: Fábio Lima, Anselmo (C)
Cartões amarelos: Hulk, Danilo Cirqueira (G); Marcos Nunes, Marcelinho, Michel Bennech (C)

Guarany de Sobral: Théo, André Mascena, Danilo Cirqueira, Airton Júnior, Mattheus; Paulista (Acricrys), Dim, Raí (Brayann); Hulk (João Gabriel), Daniel Passira (Chaparral) e Geraldo (Wilker). Técnico: Vladimir de Jesus.

Campinense: Mauro Iguatu, Felipinho, Michel Bennech (Cleiton), Weverton, Filipe Ramon (Dênis); Rafinha, Serginho Paulista, Marcelinho (Patrick); Fábio Lima, Marcos Nunes (Anselmo) e Cláudio (Matheus Régis). Técnico: Ranielle Ribeiro.

Equipe @Vozdatorcida