Campinense visita Sergipe em primeiro jogo do mata-mata

Foto: Divulgação

É hora da onça beber água. O mata-mata da segunda fase da Série D do Campeonato Brasileiro começa a afunilar a competição até definir os quatro times que sobem de divisão. E no estádio Lourival Baptista, em Aracajú, Sergipe e Campinense se enfrentam na primeira partida eliminatória. A bola rola às 16h deste domingo (12).

A Raposa se classificou em segundo lugar do Grupo A3, e vai enfrentar o Gipão, terceiro colocado do Grupo A4. A única vantagem da equipe paraibana é decidir a segunda peleja em Campina Grande, em duelo marcado para o próximo sábado (18). O embate de logo mais marca o encontro de duas equipes com defesas sólidas, mas com ataque que deixa a desejar.

Os dois times se enfrentaram pela Série D em 2016. No Amigão, empate por 1 a 1, enquanto em terras sergipanas, vitória rubro-negra por 1 a 0. Jussimar e Alex Sandro, respectivamente, balançaram as redes para o time da Bela Vista.

Em quatro oportunidades que disputou mata-mata na Série D como mandante, o Sergipe não venceu. Foram duas vitórias em 2009 e dois empates em 2013 e 2018. E para manter esse retrospecto, o treinador Elias Borges terá alguns retornos para o jogo, como do lateral-esquerdo Júlio Lira, poupado na última rodada da fase de grupos, assim como o meia Doda, ex-Raposa, Galo e Belo, camisa 10 e referência técnica da equipe.

No Campinense, um retorno importante é do técnico Ranielle Ribeiro. Após cumprir repouso depois de passar por um cateterismo, ele vai novamente para a beira do gramado, de onde poderá comandar, por exemplo, o volante Patrick, que retorna ao time após cumprir suspensão automática. A dúvida que paira sobre quem começa a partida está no meio-campo, mas Marcelinho ainda é favorito para seguir entre os titulares, enquanto Dione corre por fora.

Transmissão

Sergipe x Campinense terá transmissão ao vivo e gratuita pela plataforma Eleven Sports, no canal da CBF TV.

Arbitragem

Joelson Nazareno Ferreira Cardoso apita o jogo, auxiliado por Hélcio Araújo Neves e Luís Diego Nascimento Lopes, todos do Pará. O quarto árbitro é o sergipano Diego da Silva.

Escalações

Sergipe: Igor Rayan, Paulo Fernando, Alexandre Lazarini, Júlio Pit, Júlio Lima; Brendon, Ewerton Ageu, Diego Aragão, Doda; Luizinho e Paulinho. Técnico: Elias Borges.

Campinense: Mauro Iguatu, Felipinho, Michel Bennech, Cleiton, João Victor; Rafinha, Patrick, Marcelinho (Dione); Matheus Régis, Fábio Lima, Cláudio. Técnico: Ranielle Ribeiro.

Equipe @Vozdatorcida