Destaque contra o Campinense, Saulo rejeita título de herói do Botafogo-PB

Foto: Paulo Cavalcanti/ Botafogo-PB

Com pelo menos quatro grandes defesas, o goleiro Saulo foi o nome da vitória do Botafogo-PB por 1 a 0 sobre o Campinense, pela quarta rodada do Campeonato Paraibano. Mais ainda que o meia Marcos Vinicius, autor do tento da partida.

No Amigão, a Raposa, especialmente no segundo tempo, sem muita organização, é verdade, partiu para o abafa para tentar o empate, quando Francisco Diá colocou uma linha ofensiva com quatro homens, apostando, sobretudo, nas bolas aéreas, e foi aí que o camisa 1 do Belo cresceu.

Primeiro, o zagueiro Donato, seu companheiro, tentou cortar um cruzamento mas mandou contra a própria meta, e coube a Saulo evitar o gol contra. No rebote do mesmo lance, Lopeu bateu de primeira, mas o arqueiro estava lá para salvar mais uma vez.

Pouco tempo depois, o mesmo Lopeu aproveitou a sobra de um bate-rebate e, na pequena área, chutou de pé direito, mas Saulo estava lá como um paredão para a bola explodir em seu peito e sair de perto da meta botafoguense. Antes, no primeiro tempo, mandou para escanteio uma bomba de Gustavo, que chutou cruzado de dentro do lado direito da área.

Em votação popular no Instagram do Belo, o goleirão foi eleito craque do jogo com mais de 85% dos votos. Talvez tenha sido pouco. Mas Saulo prefere dividir os méritos da vitória com seus companheiros.

– Esse é o meu trabalho, treino todo dia para isso, para dar a parcela de contribuição. Não bato falta, pênalti, não faço gol, então minha contribuição é lá atrás, tentando defender, evitando os gols. Estou feliz por toda equipe, que fez um grande trabalho – disse.

A rivalidade entre os donos dos seis últimos títulos estaduais fazem o Clássico Emoção mais quentes que de costume. A partida teve muitas faltas e algumas discussões entre jogadores, mas o camisa 1 do Belo vê essa questão com naturalidade e, jogando na casa do adversário, já esperava por isso.

– Nós sabíamos da pressão externa que envolve um jogo dessa grandeza. Viemos preparados para levar os três pontos, sabíamos que ia ser uma guerra – afirmou.

Com 100% de aproveitamento no Paraibano, o Botafogo-PB já se coloca firme como postulante a vaga na semifinal do torneio e até ao título, também pelo investimento maior que o de seus rivais. Entretanto, o arqueiro botafoguense prefere deixar isso do lado de fora do campo.

– Favoritismo vem da imprensa, do exterior. Dentro, nós trabalhamos para fazer o melhor jogo após jogo. Não nos preocupando com os adversários. Fazendo nossa parte dentro de campo nós sabemos que vamos conquistar nossos objetivos, e é nessa batida que nós temos que continuar – concluiu.

No sábado (02), o Belo volta a campo e encerra a maratona de quatro jogos em dez dias enfrentando o Fortaleza, pela Copa do Nordeste. O jogo será no estádio Almeidão, em João Pessoa, às 16h.

Equipe @Vozdatorcida