Olavo Rodrigues detalha situação caótica encontrada no Treze

Foto: Cassiano Cavalcanti

Na tarde desta quarta-feira (24), em pronunciamento e entrevista coletiva realizados no estádio Presidente Vargas, o presidente do Treze, Olavo Rodrigues, apresentou um balanço do que encontrou no clube depois de dez dias de sua eleição para a direção executiva.

O mandatário alvinegro, acompanhado de alguns diretores e do vice-presidente Arthur Bolinha, mostrou imagens da degradação do gramado do campo do PV, além de problemas estruturais da sede que tratou como inaceitáveis para uma instituição do tamanho do Galo da Borborema.

De acordo com o dirigente, a intenção é que o clube mande todos os seus jogos, com exceção dos clássicos contra Campinense e Botafogo-PB, em seu estádio.

Foto: Rodenbusch Neto/ Arquivo pessoal

Ainda sobre o Presidente Vargas, de antemão ele já vetou portões fechados para torcedores ou imprensa durante os treinos, afirmando que, caso o novo treinador precise realizar um treinamento secreto, a delegação irá se deslocar para treinar em outro local, mas em sua sede, haverá abertura total.

Na questão financeira, o que foi mostrado assustou. Com uma dívida levantada apenas de duas semanas que ultrapassa a casa dos R$ 15 milhões, sendo quase R$ 10 milhões em causas trabalhistas, mais de R$ 4 milhões em causas cíveis – sendo a maior parte destas pela contratação de Marcelinho Paraíba junto ao Inter de Lages-SC, em 2017 -, cerca de R$ 400 mil em alugueis atrasados de apartamentos para jogadores, aproximadamente R$ 1 milhão de empréstimos de “amigos do Treze”.

Além disso, Olavo revelou que a água do PV está cortada e que o caminhão pipa que abasteceu o clube nos últimos meses encontra-se parado. Sem água, os uniformes de treinamento e de jogos precisavam ser lavados à mão em um canto da própria sede trezeana. E enquanto não saía nada das torneiras, diretorias passadas hospedaram treinador no hotel mais caro de Campina Grande.

Sem apontar culpados, o presidente alvinegro afirmou que pretende apresentar a comissão técnica já nesta quinta-feira (25), e começará a anunciar os atletas assim que os contratos forem assinados para evitar que outros times “atravessem” o Galo, como aconteceu com um atleta que estava acertado com o Treze, mas recebeu uma oferta salarial maior de um clube do interior de Goiás, e acabou aceitando.

Equipe @Vozdatorcida