TJDF-PB mantém punição e Atlético-PB segue rebaixado

Foto: Divulgação

O Tribunal de Justiça do Desportiva do Futebol da Paraíba (TJDF-PB) reuniu seu pleno na tarde desta sexta-feira (08) para julgar o recurso do Atlético de Cajazeiras que tentava reverter a punição da perda de 13 pontos no Campeonato Paraibano deste ano pela escalação irregular do zagueiro Pedro Bahia.

O relator do processo foi o procurador Glauberto Bezerra Júnior, que reafirmou a sentença da primeira instância que afirmava que o Trovão Azul de fato atuou com um atleta que estava suspenso. Todos os demais procuradores seguiram seu voto, e a condenação atleticana foi mantida por unanimidade.

Francisco Montenegro Júnior, Carlos Emílio Farias da Franca, Rogério da Silva Cabral e Francisco de Assis foram os outros votantes que concordaram com o relator.

Pedro Bahia precisava cumprir suspensão de 200 dias recebida enquanto atuava na quarta divisão do Campeonato Paulista de 2023, pelo Fernandópolis, após ser enquadrado em um artigo que fala sobre manipulação de resultados.

Antes mesmo do resultado do julgamento, o presidente do Atlético, Paulo Albuquerque, já havia deixado clara a intenção de recorrer no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), no Rio de Janeiro, para tentar reverter a punição que deixa o Trovão atualmente com -5 pontos na tabela, na lanterna do estadual e já rebaixado.

Equipe @Vozdatorcida

[adrotate banner="3"]