Presidente do Nacional aguarda recursos para iniciar planejamento

Foto: Joab Medeiros

Semifinalista do Campeonato Paraibano deste ano, o Nacional de Patos corre contra o relógio para montar uma equipe competitiva para o estadual de 2020. Mas a tarefa não está fácil.

De acordo com o presidente do Canário do Sertão, Cleodon Bezerra, a falta de pagamento de recursos ainda de 2019 deixa o clube em situação complicada para ir ao mercado. Segundo o mandatário, as principais fontes de renda do Naça, que são o patrocínio da Prefeitura de Patos e a cota do Programa Gol de Placa, ainda não foram repassadas.

– O planejamento está sendo dificultoso por falta do pagamento do Gol de Placa e da Prefeitura de Patos, nossos patrocinadores masters. Deixamos de arrecadar com a renda dos jogos para receber do Gol de Placa, e ainda não recebemos um centavo – afirmou.

Ainda assim, os contatos visando próximo estadual, que deve começar no início de janeiro, já estão sendo feitos.

– Iniciamos o planejamento, queremos fazer algo sério, com o pagamento do que está pendente, para que o Nacional possa entrar para disputar o campeonato – disse.

Cleodon ainda confirmou que a base da equipe, além do treinador, estão muito próximos de serem anunciados, mas vai aguardar a formalização do acordo para que não haver risco de frustração e outros clubes irem buscar estes atletas.

– Até o fim do mês anunciaremos o treinador. Estamos montando o esqueleto do time, mas só vamos divulgar após a assinatura do contrato, para nenhum outro clube atravessar e tentar acertar com os jogadores – ponderou.

Equipe @Vozdatorcida