Jornalista resgata primeiro título estadual do Campinense, no Youtube

Foto: Acervo/ Campinense Clube

Fundado em 1915, como um clube feito pela e para a elite social de Campina Grande, o Campinense Clube teve uma breve experiência com o futebol de 1917 a 1920. Mas foi apenas em 1954 que o futebol voltou com força total no ambiente da Raposa, que naquela época era conhecida como “O Aristocrático”. Mas não foi nada fácil esse retorno do futebol no clube.

O jornalista Pedro Alves resgata no terceiro episódio da série histórica do futebol paraibano em seu canal no YouTube esse momento, que culmina com o primeiro título estadual do Campinense em 1960.

– Em 1954, através do médico Gilvan Barbosa, o Campinense volta de uma vez para o futebol. Mas houve muita resistência dentro do clube para esse retorno. O clube era de famílias ricas, de uma certa elite social de Campina Grande. E o futebol significava abrir o clube para camadas mais pobres da cidade, que nesse momento já praticavam o futebol – explica Pedro.

Em 1960, quatro anos após essa retomada, depois de vários bons resultados em torneios e amistosos, o Campinense, já como time profissional de futebol, resolve disputar o seu primeiro Campeonato Paraibano. E consegue uma campanha incontestável. Um título invicto.

– O Campinense fez um time realmente para ganhar o estadual. Contratou Zezinho Ibiapino, que já era um atacante de renome no Nordeste, tirou o Delgado do Treze, atacante que já havia sido artilheiro pelo Auto Esporte, enfim, fez um timaço. Não à toa conseguiu uma campanha irretocável, com 17 vitórias em 17 jogos e o título invicto – comenta o jornalista.

Esse é o terceiro episódio da série histórica, que já tem disponível no YouTube os episódios “O Treze já foi rubro-negro” e “O Botafogo-PB na Europa”.

Equipe @Vozdatorcida e Assessoria/Pedro Alves

Voz da Torcida
Sobre Voz da Torcida 4185 Artigos
O Portal Voz da Torcida trabalha com a difusão de informações sobre o futebol paraibano desde 2011. Onde houver uma equipe paraibana de futebol competindo o Voz da Torcida estará fazendo a cobertura jornalística.