Ranielle Ribeiro confia em melhor rendimento Campinense

Foto: Samy Oliveira

Dez dias passados de um grande susto, Ranielle Ribeiro voltou a dar entrevistas no Campinense.

O técnico sentiu fortes dores no peito no dia 1 de setembro e foi submetido a um cateterismo, que não detectou nenhum problema cardíaco, mas o obrigou a ficar de folga na partida diante do Caucaia-CE, que acabou acompanhando das arquibancadas do Amigão, sem seguir a risca a recomendação médica de repousar.

E perto de jogar o mata-mata da Série D, que exigirá coração em dia para fortes emoções, ele relatou o episódio e revelou que ainda tem algumas restrições no exercício da profissão.

– O susto foi muito grande, mas passou. Fiz um último exame, que os médicos precisam para ter o veredito final de diagnóstico, principalmente em relação a se eu posso voltar já a fazer atividade física agora ou, senão, só daqui a seis meses. Temos que aguardar esse exame para ter o diagnóstico. Eu por mim já sairia daqui para chutar a bola, mas eu vou dar uma segurada porque foi um pedido da equipe médica. Só não sei se eu vou conseguir segurar muito tempo. Vou até evitar colocar a chuteira, porque se eu colocar não vou conseguir ficar parado – informou.

Voltando para o time, a reta final da fase de grupos da quarta divisão foi de muita cobrança pela queda de desempenho do time. Para o técnico, o nível de exigência subiu devido ao triunfo sobre o América-RN, ainda na terceira rodada. A superioridade sobre um dos favoritos à classificação foi tão grande que passou-se a esperar mais do rubro-negro, que não correspondeu.

– Aquela vitória por 3 a 0 contra o América-RN criou uma expectativa muito grande em todo mundo e criou um certo cuidado por parte dos nossos adversários também, então eu não posso tirar o crédito do estudo dos adversários e o que eles fizeram para tentar nos anular. Isso eles conseguiram, em parte. Nós queríamos manter um rendimento sempre favorável como vínhamos mantendo durante toda a Série D? Queríamos. Foi trabalhado para que isso acontecesse? Foi trabalhado. Mas disputamos um campeonato muito duro, um campeonato muito difícil, e isso justifica a queda de rendimento que houve – explicou.

Com a página virada, agora é foco total na segunda fase. O time da Bela Vista vai enfrentar o Sergipe em jogos de ida e volta. O primeiro acontece no domingo (12), em Aracajú. E a disputa interna para estar entre os relacionados para os 90 minutos iniciais da decisão garante um time focado e comprometido, algo que acaba sendo refletido quando a bola rolar, de acordo com Ranielle Ribeiro.

– Sabemos que agora é outra competição, é outro campeonato, é outra mentalidade. O foco é diferente. Tudo que estamos fazendo, principalmente nesta primeira semana, está sendo muito diferente no sentido de estarmos mais ligados, mais acesos, mais comprometidos em alguns detalhes que nós achávamos que era importante corrigir e estamos corrigindo. Até a tônica do próprio treino está diferente. A entrega dos meus atletas está gigantesca. Por quê? Porque hoje nós temos um grupo de 30 atletas de linha e sexta-feira eu só posso levar 20 para Aracaju, então a briga está muito intensa entre eles, a concorrência interna está muito boa e a concorrência interna faz com que o nível do treino cresça e, consequentemente, isso faz com que essa queda de rendimento, que estávamos tendo principalmente no segundo tempo, passe a não existir mais – disse.

A experiência em jogos de mata-mata no Campeonato Paraibano podem ajudar o Campinense agora, na Série D. Com o grupo cheio de atletas que foram campeões estaduais, o técnico espera um time preparado para as dificuldades, mas que também tenha a atitude necessária para sair com a classificação em Campina Grande.

– Já temos a prova de que em situação de cobrança como a que teremos a partir do próximo domingo, nós conseguimos fazer as coisas funcionarem. Estamos cientes da dificuldade que teremos, principalmente no primeiro jogo, mas temos uma mescla de juventude e experiência que ajuda tanto a mim quanto ao grupo inteiro a pisar na bola, a respirar, e creio que isso seja muito importante em um momento como o que vamos começar a passar no campeonato – concluiu.

Equipe @Vozdatorcida