Secretário de Esportes de CG: "Os clubes em nossa cidade são massas falidas"

O secretário de Juventude, Esportes e Lazer de Campina Grande, Gustavo Ribeiro, fez um balanço da atual situação da Pasta. Ele afirmou que encontrou a Sejel com dívidas quanto ao aluguel do prédio, além de que, apesar de ser uma secretaria, a sede fica em um prédio sem uma rampa ou qualquer tipo de acessibilidade e só existem dois funcionários efetivos.

– Até entendemos os motivos, mas não gosto de ficar falando por que não aconteceu. Olho para frente e me foco lá no futuro. Garanto que as dificuldades encontradas são imensas – comentou.

Gustavo declarou que uma das primeiras ações foi vistoriar todas as áreas de lazer da cidade, para que sejam feitos laudos e as reformas que forem necessárias para que se coloquem em uso.

Quanto ao seu posicionamento nas eleições de 2012, Ribeiro foi enfático:

– Sou focado, e estas coisas já ficaram para trás, contribuímos para a campanha e o prefeito sabe disso. As candidaturas de Daniella e Romero representavam as candidaturas de oposição, então o fluxo migratório era normal – pontuou.

Além destes assuntos, o gestor ainda comentou sobre os times de futebol da cidade.

– Os clubes em nossa cidade são massas falidas, onde as despesas são maiores que as receitas e sobrevivem do amor e a pujança que o povo de Campina tem pelos seus clubes.Time de futebol ganha dinheiro vendendo jogador, o ideal seria que cada clube da nossa cidade tivesse um centro de treinamento para a formação de atletas – asseverou Gustavo Ribeiro.

As declarações repercutiram na Rádio Campina FM, nesta terça-feira (15).

Equipe @Vozdatorcida

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário