Técnico do Sousa lamenta não ter construído vantagem maior em casa

Foto: Luciano Soares

O Sousa venceu o Treze por 2 a 1 no jogo de ida das semifinais do Campeonato Paraibano de 2024 e, fazendo seu dever de casa, pode até empatar a partida de volta, na quarta-feira (03), para se garantir mais uma vez nas finais do campeonato, assim como aconteceu no ano passado.

Depois do apito final no Marizão, o treinador Paulo Schardong avaliou a partida, elogiou o desempenho de sua equipe, mas lamentou que não conseguiu um resultado melhor para levar ao Amigão na segunda e decisiva peleja, lembrando que Diego Ceará, autor dos dois gols do Dinossauro, perdeu um pênalti, e o gol do Galo foi em uma infelicidade do lateral-esquerdo Jackson Santos, que marcou um gol contra.

– Foi um enfrentamento digno de uma semifinal do Campeonato Paraibano. Nossa proposta de jogo foi muito boa no primeiro tempo, no segundo tempo eles vieram um pouco mais ao campo de ataque, natural por estarem perdendo o jogo, e nós poderíamos ter caprichado um pouco mais nas chances que tivemos no segundo tempo para matar. Se for colocar uma análise fria do jogo, fizemos um gol contra e perdemos um pênalti. Poderia ter sido um placar melhor, mas é muito importante a gente ter vencido, ter feito a lição de casa – afirmou.

Até por não ter conquistado a vantagem que acha que merecia jogando em casa, Schardong sabe que seu time precisa de mais atenção e qualidade para não deixar escapar a classificação em Campina Grande, até por ter um adversário bastante qualificado do outro lado do campo.

– Fora de casa, jogo na quarta-feira, jogo difícil, jogo duro, mas se quisermos alguma coisa, temos que sermos mais precisos ainda do que a gente vem fazendo, do que a gente fez nessa última partida. É um adversário cascudo, adversário forte, um elenco extremamente qualificado. Foi uma grande partida (no Marizão), o torcedor fez a festa aqui em Sousa, agora é no campo adversário, agora é se concentrar, fazer uma boa viagem, recuperar os jogadores e acharmos aí a melhor maneira de podermos jogar para sermos merecedores da classificação – declarou.

Treze e Sousa decidem quem será o adversário de Serra Branca ou Botafogo-PB na decisão do Paraibano na quarta-feira (03), às 20h15, no estádio Amigão.

O Dino entra em campo podendo até empatar para avançar no torneio. O Galo precisa vencer por dois ou mais gols de diferença para se classificar no tempo normal, ou por um de vantagem para que o jogo vá para os pênaltis.

Equipe @Vozdatorcida

[adrotate banner="3"]