Técnico do Sousa se revolta com a arbitragem após empate

Pistolou

Foto: Reprodução

O empate por 0 a 0 entre Sousa e Campinense, no estádio Marizão, foi mais um episódio do fraco nível técnico do Campeonato Paraibano de 2021. Nos 90 minutos, além dos acréscimos, uma oportunidade de gol para cada lado foi o que se viu, no máximo, de proveitoso.

Entretanto, após o apito final, em uma partida com sete cartões amarelos, um deles para si, Paulo Schardong, técnico do clube sertanejo, fez duras críticas a arbitragem de Josemarques Domingos e seus companheiros, e até da partida diante do Botafogo-PB, na estreia.

O festival de cartões amarelos não é exclusividade das partidas do Sousa, tem acontecido em todas as partidas, mas de acordo com o comandante, que preferiu não avaliar o jogo, o futebol da Paraíba está refém dos árbitros que escolhem a quem favorecer de acordo com a grandeza de suas camisas.

– Criamos mais que eles, fizemos uma partida segura, a situação de gols dele na primeira etapa foi uma falha nossa, não foi nem eles que criaram. Agora, é difícil fazer futebol na Paraíba com uma arbitragem que deve ser apaixonada por alguns clubes, fica vergonhoso, toda vez  a gente tem que ficar quieto senão dão amarelo, ficam ameaçando botar para fora. Eu quero uma arbitragem justa. No jogo contra o Botafogo-PB, teve um pênalti para eles que o cara estava com a mão no chão, e hoje para a gente não deu. Tudo faltinha comum, para eles, dá, para a gente não dá. Vão segurando, amarrando o jogo, não aplicam a regra. Enquanto o futebol paraibano estiver refém de árbitros que vem olhando escudo de clubes, não cresce, vai ficar desse jeito, sempre os três chegando e os outros sem conseguir ser protagonista por causa disso. Minha equipe vai jogar futebol o tempo todo, nossa equipe é a defesa menos vazada e mais disciplinada, não faz anti-jogo nem dentro nem fora de casa. Parece que estou jogando fora de casa, porque só apitam a favor dos caras, nunca vi isso – desabafou.

Mirando a sequência da competição, o Dinossauro do Sertão tem pela frente o Clássico contra o Atlético de Cajazeiras, no próximo domingo (09), fora de casa. E questionado sobre a importância desta partida para a briga por uma vaga direta na semifinal (apenas os dois primeiros avançam direto), Schardong preferiu mais uma vez direcionar a raiva aos homens do apito, sugerindo que há um complô no Paraibano e que os donos das duas vagas já estão definidos.

– ( Para as chances de vaga direta) A arbitragem de hoje deu uma reduzida, fizeram o que vieram fazer. Temos que colocar a cabeça no lugar, a situação deles não é fácil, sabemos que é um rival. Vamos lá fazer um jogo inteligente, tentar fazer um grande resultado. Quanto as duas vagas da semifinal, parece que estão definidas na cabeça de algumas pessoas, o restante das equipes vão jogar para ver quem não vai ser rebaixado e quem vai para o hexagonal* – concluiu.

*na verdade, mata-mata antes das semifinais

Equipe @Vozdatorcida