Presidente do Campinense destaca importância da transmissão dos jogos

Foto: Samy Oliveira/ Campinense Clube

Na sina para tentar superar, enfim, a Série D do Campeonato Brasileiro, o Campinense traçou o acesso como principal objetivo para o ano de 2021. Em declaração, o presidente Phelipe Cordeiro ressaltou que o clube vem se estruturando para manter uma equipe forte ao longo de todo o ano visando uma chegada forte na competição. 

Na quarta divisão nacional, a Raposa está no Grupo A3, juntamente com Treze, Sousa, ABC-RN, América-RN, Salgueiro-PE, Atlético-CE e Caucaia-CE. O enfrentamento com seu grande rival, além de outras equipes tradicionais dos estados vizinhos serão uma dificuldade maior a ser superada nesta edição.

– É um grupo difícil com grandes nomes do futebol brasileiro. Esperamos que a gente consiga fazer uma boa fase classificatória. Fiz uma análise com o professor Ederson, ainda no sábado a noite, de buscar fazer uma fase classificatória muito forte, com clássicos, e vamos passar já calejados. Sendo assim, não vamos sentir tanto essa carga no mata-mata. Nosso principal objetivo neste ano é o acesso para a C, então vamos trabalhar para dar condições ao grupo – ressaltou o mandatário.

A ideia é que o grupo formado para a disputa do Campeonato Paraibano seja mantido para a sequência, dando forma e evitando o cenário de 2020, quando a equipe foi refeita no intervalo entre as competições, bem como durante do seu andamento.

Pensando no estadual, Phelipe Cordeiro ressaltou ainda que votou contra o adiamento da competição para o dia 14 de abril, ao lado de São Paulo Crystal e Nacional de Patos. No entanto, foram vencidos pela maioria.

– Defendemos o começo imediato logo após o fim do decreto, dia 4 de abril, mas com a votação democrática, a maioria decidiu para o dia 14. A situação nos preocupa um pouco porque tínhamos um planejamento para que a gente começasse dia 17 de março e vamos estrear um mês depois. É algo que traz preocupação, mas nós vamos trabalhar para suprir essa necessidade – afirmou.

O presidente do clube vê a parceria entre Rede Paraíba de Comunicação, Federação Paraibana de Futebol e clubes como opção para arrecadação de fundos visando a manutenção da equipe para as competições do ano.

– Ficamos felizes com essa parceria e é importante. Vamos conseguir trazer uma fonte de renda significativa e palpável. O torcedor vai poder acompanhar o clube através dos pacotes e a verba será revertida para o Campinense. É importante que o torcedor selecione o clube (na assinatura) – explicou.

Equipe @Vozdatorcida