Treze enfrenta Atlético de Cajazeiras na abertura do Paraibano 2021

Foto: Ascânio Paceli/ Divulgação

Depois de dois adiamentos, finalmente vai rolar a bola para o Campeonato Paraibano de 2021. Em meio a um momento bastante crítico da pandemia do novo Coronavírus, o torneio tem um formato diferente, com menos times que no ano passado, e a primeira fase, na qual todos jogam contra todos, começa nesta quarta-feira (14). Às 20h, Treze e Atlético de Cajazeiras se enfrentam no estádio Amigão, em Campina Grande, pela primeira rodada.

Ao fim da primeira fase, o último colocado será rebaixado, os dois primeiro vão direto para as semifinais, enquanto haverá um mata-mata, em jogo único, entre 3º x 6º e 4º x 5º para definir os semifinalistas. As semi serão disputadas também em uma única partida, com líder e vice-líder da primeira fase jogando em casa, e a decisão, aí sim, jogos de ida e volta.

Buscando o bicampeonato, o Galo da Borborema tem um remanescente do título do ano passado, o goleiro Jeferson, principal jogador do time na campanha da Copa do Nordeste, na qual faltou apenas um gol contra o Sport na última rodada da fase de grupos para se classificar. Com o time reformulado e agora comandado pelo ex-camisa 10, Marcelinho Paraíba, a expectativa é mudar de estilo com relação ao praticado no torneio regional, que era mais reativo e conservador. O treinador pretende fazer com que seus comandados busquem mais o ataque contra adversários de nível técnico mais fraco, para buscar manter o troféu no Presidente Vargas.

Para a partida desta noite, o alvinegro tem duas baixas. O zagueiro Adriano Alves segue no departamento médico, enquanto o lateral-direito Paulinho pediu para deixar o clube e não faz mais parte do elenco. Com isso, Júlio Ferrari irá assumir o posto de titular na função.

No lado do Trovão Azul, o clima era de incerteza até sobre se viajaria para Campina Grande. Em um período de preparações turbulentos, no qual terceirizou o futebol, rompeu a parceria, dispensou quase todos os jogadores, montou outro time com atletas que já tinham passagem pelo clube, no meio de três comissões técnicas, incertezas financeiras e até a demora para inscrever atletas, o que só aconteceu na véspera da estreia, o Atlético de Cajazeiras vem sob desconfiança do seu torcedor, mas que, no fundo, acredita e apoia o time, tanto que arrecadaram recursos para ajudar no custeio das despesas de transporte e alimentação para enfrentar o Galo.

Para escalar o time, que ainda não teve todos os atletas regularizados, o treinador Alexandre Lima, ao menos, tem um time completo e um banco de reservas com jogadores para todas as posições. A grande aposta da equipe atleticana é o trio de ataque formada por Tchê Tchê, Diego Higino e França.

Arbitragem

Wagner Reway apita Treze x Atlético de Cajazeiras. Seus auxiliares serão Luís Felipe e Flávia Renally. O quarto árbitro é Suelson Diógenes.

Escalações

Treze: Jeferson, Júlio Ferrari, Marlon, Rômulo, Emerson; Darlan, Régis Potiguar, Birungueta, Kleiton Domingues; Jairinho e João Leonardo. Técnico: Marcelinho Paraíba.

Atlético de Cajazeiras: Everty, Caio, Diego Baiano, Egon, Walter; Edgar, Herbert, Renan Henrique; França, Tchê Tchê e Diego Higino. Técnico: Alexandre Lima.

Equipe @Vozdatorcida