Unifacisa começa bem, mas perde para o Cerrado em Brasília

Foto: Divulgação/Unifacisa

A Unifacisa entrou em quadra pela segunda vez nesta mini-sede de Brasília, desta vez para enfrentar o Cerrado, no Ginásio da ASCEB, no Distrito Federal. A equipe de Campina Grande até fez um bom primeiro tempo, onde teve a oportunidade de construir uma vantagem confortável para vencer a partida, mas acabou cedendo alguns pontos importantes para o adversário que acabou se recuperando e vencendo o jogo pelo placar de 81 a 67.

Os destaques do jogo ficaram por conta do norte-americano Nate Barnes, com 13 pontos e 2 assistências. O pivô Alexandre Paranhos flertou com mais um duplo-duplo, anotando 12 pontos e 9 rebotes, seguido por Rafa Oliveira que vem fazendo uma ótima sequência de jogos, marcando 10 pontos e 6 rebotes.

Do lado do Cerrado, o pivô Douglas Nunes, ex-Unifacisa, fez um grande jogo e acabou sendo o cestinha da partida com 28 pontos, 4 rebotes e 2 assistências.

Unifacisa e Cerrado se enfrentaram pela segunda vez nesta temporada do NBB. No primeiro confronto, o time de Campina Grande foi superior, vencendo a partida por 75 a 67. Para este segundo confronto as equipes contaram com desfalques importantes, do lado da Unifacisa os pivôs Leozão e João Vitor não jogaram, Leozão se recuperando de uma lesão que sofreu no joelho esquerdo contra o Paulistano, no último jogo do primeiro turno. Já João Vitor, testou positivo para covid-19, se encontra bem, assintomático e cumprindo a quarentena de 10 dias. Do lado do Cerrado, os donos da casa não contaram com uma de suas principais peças, o armador Coelho, que se lesionou na última partida da equipe contra o Fortaleza.

Desfalques a parte, o duelo marcou o encontro da sétima melhor defesa do campeonato, o Cerrado, contra o quinto melhor ataque do NBB, a Unifacisa. E a partida começou melhor para o time da Paraíba, com Nate Barnes convertendo duas bolas de 3 pontos para abrir 6 a 0. O Cerrado a princípio se deparou com dificuldades para pontuar, mas encontrou algumas cestas graças a erros da Unifacisa. Com o time do Distrito Federal próximo de encostar no placar, Nehemias Morillo veio do banco e fez a diferença, converteu uma linda bola de 3 pontos e chamou algumas faltas do time adversário garantindo uma diferença de 9 pontos para a Unifacisa no fim do primeiro período.

No segundo quarto, as equipes perderam um pouco do ritmo e do aproveitamento no ataque, com o placar ficando um pouco abaixo do esperado. A Unifacisa manteve uma vantagem confortável durante boa parte do período, explorando os contra-ataques, mas permitiu uma reação do Cerrado que com uma falta antidesportiva do time campinense, chegou a diminuir a vantagem para 5 pontos. O técnico da Unifacisa, César Guidetti logo pediu tempo e desenhou uma jogada onde Felipe Vezaro apareceu livre para converter mais uma de 3 pontos, mas que foi imediatamente respondida pelo adversário com Douglas Nunes para fechar o período, baixando a diferença para 6 pontos.

A Unifacisa não voltou bem do vestiário, a defesa do Cerrado apareceu muito forte e dificultou bastante as ações da Unifacisa, que teve problemas para pontuar. Defensivamente a equipe também não conseguiu segurar Douglas Nunes, que marcou 12 pontos só no terceiro quarto, concretizando a virada do Cerrado. No último período, a Unifacisa seguiu rendendo abaixo do esperado e não conseguiu reagir contra o ótimo segundo tempo apresentado pela equipe do Cerrado, perdendo a partida por 81 a 67.

– Nós fizemos um bom primeiro tempo, tivemos a oportunidade de abrir vantagem mas acabamos não fazendo isso e terminamos entrando no jogo do adversário, que com todo o mérito, souberam nos tirar da zona de conforto. Nós não conseguimos administrar o jogo e acredito que isso acabou sendo o diferencial na partida. Mas nós seguimos de cabeça erguida, temos mais um jogo importante contra a equipe do Fortaleza, vamos ter que corrigir algumas coisas que não deram certo hoje, mas também sabemos das nossas forças e de tudo que acertamos no campeonato até aqui e são essas características que vamos resgatar para o próximo jogo e assim sairmos com a vitória – pontuou o pivô da Alexandre Paranhos.

A Unifacisa tem mais um jogo pela frente antes de voltar para Campina Grande, a equipe enfrentará o Fortaleza Basquete Cearense em mais um Clássico Nordestino, às 17h, no mesmo ginásio. A partida será transmitida pela ao vivo TV Itararé e Youtube do basquete Unifacisa.

Equipe @Vozdatorcida com Ascom/Unifacisa